fbpx
Será que cafe emagrece realmente?
Será que cafe emagrece realmente?

Café é muito bom né?! Ainda mais se consumido em tempos frios, de inverno. Mas, você sabe se café emagrece?

Neste artigo você irá saber TUDO sobre esse líquidozinho preto e amargo que tanto amamos!! ♥

E de quebra descobrirá o por quê o café emagrece!

Você irá saber:

  • contém estimulantes;
  • que o café pode ajudar a mobilizar a gordura;
  • pode aumentar sua Taxa Metabólica Basal (TMB), e assim, queimar mais calorias;
  • é rico em vitaminas e minerais; e antioxidantes;
  • pode reduzir seu apetite (temporariamente);
  • é capaz de diminuir o risco de diabetes do tipo 2;
  • pode prevenir de doenças cerebrais (como o Alzheimer e o Parkinson);
  • entre outros…

Ele tem, em sua composição, CAFEÍNA. A substância psicoativa mais consumida no mundo.

Esse termo assusta, né? Mas calma, quer dizer apenas que estimula seu cérebro. Sendo, então, um ESTIMULANTE;

Saiba que a cafeína é também incluída nos maiores suplementos queimadores de calorias hoje em dia – e por uma boa razão!

Além do mais, é uma das poucas substâncias conhecidas por ajudar a mobilizar a gordura de seus estoques e aumentar o metabolismo.

Mas, café emagrece? o café realmente ajuda a emagrecer? Esse artigo irá te dar as evidências necessárias. Fique ligado!

CAFÉ Emagrece? Saiba que TEM ESTIMULANTES!

A cafeína é a substância psicoativa mais consumida no mundo, segundo estudos. (1)

Algumas bebidas, como chás e chocolates contém cafeína, mas o café é a MAIOR FONTE. Um copo médio pode ter em torno de 90 a 100mg.

Café emagrece? Várias são as substâncias biologicamente ativas encontradas no grão do café. Muitas delas podem afetar seu metabolismo:

  • Cafeína: o principal estimulante do café.
  • Teobromina: é um alcalóide encontrado no fruto do cacau. Tem efeitos diuréticos e broncodilatadores. Podemos ver uma pequena quantidade dela no café. (2)
  • Teofilina: outro estimulante achado tanto no cacau como no café; usado para tratar asma. (3)
  • Ácido Clorogênico: é um fitoquímico encontrado em muitas plantas, porém, mais concentrado no café. Estudos indicam que ele pode ajudar a diminuir a velocidade de absorção dos carboidratos. (4)

De todos os compostos citados anteriormente, o mais importante é a cafeína, que é o mais potente/concentrado e que contém mais estudos envolvidos.

A cafeína funciona bloqueando e inibindo um neurotransmissor chamado “adenosina“* – que tem função energética. (5)

* A Adenosina desempenha um papel importante na bioquímica, como por exemplo, a transferência de energia, sob a forma de adenosina tri-fosfato – o famoso ATP – e adenosina difosfato (ADP). Ambos armazenam energia potencial para o metabolismo energético dos seres.

Bloqueando a adenosina, a cafeína aumenta o disparo de neurônios e a liberação de neurotransmissores como dopamina e norepinefrina. Estes, no caso, farão você se sentir mais acordado e energizado.

Dessa forma, o café ajuda você a se manter mais ativo quando você estiver mais pra baixo, se sentindo cansado.

De fato, a cafeína pode melhorar sua performance no exercício em até 12%. (6) Por este fato, o café emagrece.

Diversos estudos já demonstraram que a cafeína pode, a curto prazo, beneficiar a função cerebral, deixá-lo de bom humor, melhorar o tempo de reação, vigilância e funções cognitivas em geral. (7)

RESUMINDO: O café contém alguns estimulantes, sendo o mais importante a cafeína. Esta ainda é capaz de aumentar sua taxa metabólica e aumentar seu gasto calórico diário; Além de, também, deixar você mais alerta.

CAFÉ EMAGRECE E PODE AJUDAR A MOBILIZAR A GORDURA

Sim, o café emagrece! O café pode auxiliar mobilizando a gordura do tecido adiposo. Isso contribui para o fato de que café emagrece.

A cafeína estimula o sistema nervoso, sendo que este envia sinais diretos para as células de gordura “ordenando” que as mesmas sejam quebradas e utilizadas como energia. (8)

Isso é feito devido ao aumento nos níveis de um hormônio chamado “Epinefrina”*. (8)

* A Epinefrina (também conhecido como adrenalina) circula através do sangue para os tecidos adiposos, sinalizando-os para quebrar as gorduras e liberá-las no sangue.

Tenha em mente que, apenas a liberação de ácidos graxos no sangue não ajuda a perder gordura, a menos que você esteja queimando mais calorias do que consome através da sua dieta.

A condição acima exposta é conhecida por “Balanço Energético Negativo”. E você pode consegui-lo através de se exercitar mais ou comer menos.

Uma estratégia complementar para alcançar esse déficit calórico seria fazer o uso de suplementos termogênicos – os famosos “queimadores de gordura”, como, por exemplo, a cafeína em si.

Ela é capaz de acelerar seu metabolismo (como veremos a seguir). É por este motivo que café emagrece.

RESUMINDO: Devido ao aumento nos níveis de epinefrina (adrenalina) no sangue, a cafeína promove maior liberação de ácidos graxos do tecido adiposo (gordura corporal).

CAFEÍNA EMAGRECE POIS PODE AUMENTAR SEU METABOLISMO

Café emagrece? Taxa Metabólica Basal (TMB) é o nome dado ao que se refere quando você queima calorias estando em repouso.

Quanto maior essa taxa, mais fácil é de você perder peso (emagrecer) e poder comer mais (sem engordar ou ganhar gordura).

Estudos mostraram que a cafeína pode aumentar sua TMB em 3~11% (9) É por este motivo que café emagrece.

O mais interessante é que esse aumento no metabolismo causou maior queima de gordura corporal.

Como pode ver nesta pesquisa, a cafeína ampliou a energia dissipada do corpo em 13% e dobrou a mobilização das gorduras, sendo 24% delas oxidadas e 76% recicladas. Infelizmente, esse efeito é menos aparente em pessoas obesas.

Uma análise feita mostrou que a cafeína aumentou a queima de gordura corporal em 29% nas pessoas mais magras, ao passo que, ampliou apenas 10% em pessoas acima do peso. (10)

Este efeito descrito acima também tende a diminuir com a idade; à medida que é ótimo em indivíduos mais jovens. (11)

Como pôde ver no estudo acima, a termogênese referente a ingestão da cafeína é similar tanto em indivíduos mais velhos como em mais jovens, o que diferencia é a diminuição dos ácidos graxos disponíveis após o consumo de cafeína.

Café emagrece? Essas diferenças metabólicas não se mostraram relacionadas à alterações quanto a oxidação de gorduras.

RESUMINDO: A cafeína pode aumentar sua taxa metabólica basal, o que significa que você vai queimar mais calorias mesmo estando parado descansando.

CAFÉ EMAGRECE? VEJA A PERDA DE PESO A LONGO PRAZO.

cafe e a perda de peso / emagrecimento a longo prazo

Depois de tanta coisa boa dita sobre o café, agora vem o maior problema dela: as pessoas se tornam intolerantes aos efeitos da cafeína ao longo do tempo. (12)

Café emagrece? No curto prazo, a cafeína pode dar um impulso (“empurrãozinho”) na sua taxa metabólica e melhorar a queima de gordura, mas depois de um tempo as pessoas começam a ficar intolerantes à esses efeitos e isso para de funcionar.

Porém, mesmo que o café pare de fazer você queimar mais calorias no longo prazo, ainda há o benefício de reduzir seu apetite (e isso contribui para o emagrecimento, por isso café emagrece).

Em um estudo, observou-se que a cafeína tem um efeito de diminuir o apetite de forma mais acentuada em homens, mas não em mulheres. Isso fez com que eles comessem menos quando consumiam café antes das refeições. (13)

Se o café ou a cafeína podem ajudá-lo a perder peso a longo prazo, isso vai depender da pessoa e sua individualidade biológica. Neste ponto, não há evidências de tais efeitos a longo prazo.

Posso dizer por experiência própria: eu mesmo fico “doidão” com café. Fico mais energizado, focado e concentrado.

BR doido de café

Além disso, a cafeína também reduziu meu apetite (de forma temporária). Porém, já em minha esposa, o café não tem efeito algum. Ela toma simplesmente porque gosta, mas não sente o mesmo que eu.

RESUMINDO:As pessoas geralmente acabam criando uma certa intolerância perante aos efeitos da cafeína. Por este fato, beber muito café – ou algum outro líquido que tenha cafeína em sua composição – pode não ser uma estratégia efetiva de perda de peso no longo prazo. O ideal seria “ciclar” os períodos (ficar algum tempo sem consumir).

CAFEÍNA – É BOM OU RUIM?

Café emagrece? Então, o café é ‘mocinho’ ou ‘vilão’? O que você acha?!

Os efeitos na saúde proporcionados pelo café são “controversos” (digamos assim).

Apesar do que talvez você já tenha ouvido falar, há muitas coisas boas a serem ditas sobre a cafeína – substância presente no nosso querido café.

Ela é rica em ANTIOXIDANTES! E isso está diretamente ligado a redução de diversas doenças.

Mas, pelo fato de ser um estimulante, isso pode causar certos problemas e estresse em algumas pessoas e até perturbar o sono (causar insônia) se consumido em excesso.

Logo abaixo vamos ver, de forma detalhada, sobre o café e seus efeitos na saúde em geral; Observando tanto o lado positivo como o lado negativo da cafeína.

CAFÉ EMAGRECE E É RICO EM VITAMINAS

O café possui inúmeros nutrientes naturais! Um copo de 240ml contém:

* porcentagem em IDR – Ingestão Dietética de Referência.

  • Vitamina B2 (Riboflavina): 11% de IDR
  • Vitamina B5 (Ácido Pantotênico): 6%
  • Vitamina B1 (Tiamina): 2%
  • Vitamina B3 (Niacina): 2%
  • Folato (Ácido Fólico): 1%
  • Manganês: 3%
  • Potássio: 3%
  • Magnésio: 2%
  • Fósforo: 1%

Pode parecer pouco, mas multiplique isso pelo número de copos que você consome no dia.

CAFÉ PODE PREVINIR DE DOENÇAS CEREBRAIS

Já sabemos que o café emagrece, mas sabia que ele também ajuda nas funções cerebrais? A cafeína pode proteger seu cérebro de doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer e o Parkinson.

Alzheimer é uma doença neurodegenerativa crônica e a forma mais comum de demência. A doença manifesta-se lentamente e vai-se agravando ao longo do tempo.

O sintoma inicial mais comum é a perda de memória a curto prazo, com dificuldades em recordar eventos recentes.

Estudos mostraram que o café é capaz de diminuir em 65% o risco de se desenvolver o Alzheimer. (14) (15)

No caso do Parkinson, a segunda doença neurodegenerativa mais comum, é causada pela morte dos neurônios que geram dopamina no cérebro.

Essa doença é uma degradação crônica (ao longo do tempo) do sistema nervoso central (SNC) que afeta principalmente a coordenação motora.

Para os ‘viciados em café’, saiba que vocês tem de 30 a 60% menos risco de desenvolver o Parkinson, graças a esse ‘líquidozinho preto’ e amargo (que tanto amamos!). Quanto mais beber café, menores os riscos. (vou começar a beber litros então rs). (16) (17)

NO more water, YES coffee!” rs

hommer bebendo cafe

RESUMO:

Estudos já confirmaram que o café tem o potencial de diminuir o risco de demências, doenças neurodegenerativa como Alzheimer e Parkinson.

CAFÉ É CAPAZ DE DIMINUIR O RISCO DE DIABETES TIPO 2

O diabetes tipo 2 é uma doença crônica que atinge o modo como o corpo metaboliza a glicose (principal fonte de energia do corpo).

A pessoa com esse tipo de doença pode ter uma resistência aos efeitos da insulina* ou não produz suficientemente para manter um nível de glicose normal circulando. Quando não tratado, a diabetes pode ser fatal.

* hormônio que regula a entrada de açúcar nas células e o principal transportador de nutrientes do corpo. (Teremos em breve um artigo específico sobre esse belo hormônio!)

Devido ao estilo alimentar atual, a diabetes tipo 2 aumentou dez vezes mais nas últimas décadas, afetando uma boa parcela da população mundial.

Café emagrece? Pesquisas mostraram que, aqueles que consomem café tenham de 23 a 67% menos risco de desenvolver este tipo de diabetes. (18) (19)

Uma revisão de 18 estudos (meta-análises) feita em quase 500 mil pessoas observou que se tomado um simples copo de café (ou chá) todos os dias pode reduzir em 7% o risco da diabetes tipo 2. (20)

AQUELES QUE CONSOMEM CAFÉ TEM MENOR RISCO DE DESENVOLVER DOENÇAS HEPÁTICAS

Seu fígado é um órgão de extrema importância! Ele é considerado a maior glândula do corpo humano e possui muitas funções fundamentais (armazena glicose; desintoxica o organismo; sintetiza o colesterol; etc).

Ele é sensível ao excesso de álcool. O estágio final do dano hepático é chamado de “Cirrose”* e envolve a maior parte do fígado sendo transformado em tecido cicatricial.

* Trata-se de uma doença do fígado que se caracteriza por fibrose e formação de nódulos que bloqueiam a circulação sanguínea. Pode ser causada por infecções ou inflamação crônica dessa glândula. Ela faz com que o fígado produza tecido de cicatrização no lugar das células saudáveis que morrem.

Saiba que o café tem a capacidade de diminuir o risco de desenvolver a Cirrose em até 84%, podendo ter esse efeito ainda mais acentuado se tomar 4 copo ou mais no dia. (21) (22)

O câncer de fígado também é algo comum, é a segunda principal causa de morte por câncer no mundo. Neste caso, quem consome café tem até 40% menor risco de obter esse tipo de câncer. (23)

RESUMO:

Aqueles que ingerem cafeína tem, de forma significativa, menor risco de desenvolver cirrose e câncer de fígado. Quanto mais café você tomar no dia, menor a ameaça.

TOMAR CAFÉ FAZ DIMINUIR AS CHANCES DE TER DEPRESSÃO E COMETER SUICÍDIO

cafe é capaz de diminuir e atenuar as chances possibilidades de se adquirir depressão e cometer suicídio tirar a própria vida

Atualmente, sabe-se que a depressão tem crescido muito no mundo. É o mais comum transtorno mental e que mais leva a redução da qualidade de vida.

Uma análise de três estudos, mostrou que se você ingerir quatro (ou mais) copos diários de café, terá 53% menos chances de cometer suicídio. (24)

Já em outra pesquisa de 2011, da famosa universidade de Harvard, observou que pessoas que consomem café tem 20% menor possibilidade de se tornarem deprimidos. (25)

ESTUDOS MOSTRAM QUE TOMAR CAFÉ FAZ VOCÊ VIVER MAIS

Além de se ter um menor risco de desenvolver doenças comuns e mortais (assim como o suicídio), a cafeína ainda tem o poder de ajuda-lo a ter uma perspectiva de vida maior; Ou seja, faz com que você viva mais.

Em uma pesquisa feita durante um longo período (mais precisamente, por 13 anos, do ano de 1995 a 2008) com exatos 402,260 indivíduos – de idades 50 a 71 anos, mostrou-se que tomar café pode diminuir o risco de morte. (26)

Veja o gráfico abaixo para melhor compreensão:

cafe emagrece? reduz o risco de morte
Beber de 4-5 copos de café por dia pode diminuir suas chances de morte em até 16%.

Como pudemos ver logo acima, o ponto ideal parece ser de 4 a 5 copos de café por dia (uma média de 500ml/d). Homens e mulheres tiveram uma redução de 12% e 16% na possibilidade de falecer.

RESUMO:

Alguns estudos demonstraram que, na sua maioria, quem consome café tende a viver mais comparado àqueles que não ingerem. O maior efeito e vantagem disso parece ser obtida através de um consumo de 4 a 5 copos de café por dia.

A cafeina mais barata do mercado

Se você se interessou pelos benefícios da cafeína citados, mas não gosta do sabor do café, você tem duas opções:

  1. mandar manipular a substancia cafeína numa farmácia da sua cidade; ou
  2. comprar diretamente pela internet e receber no conforto do seu sofá sem precisar sair de casa e enfrentar transito.

Com a vantagem ainda de encontrar o melhor preço do mercado e a marca de melhor confiança e segurança.

Basta clicar no link abaixo para obter 10% de desconto.

CAFEÍNA PODE CAUSAR ANSIEDADE E INSÔNIA

Não seria correto falar apenas do lado bom do nosso querido café, se não mencionar o lado ruim também, não é mesmo?!

A verdade é que, assim como tudo na vida, há sempre os dois lados da moeda: existe alguns aspectos negativos sobre o café – porém, isso é algo individual.

Consumir muito café pode te levar ao nervosismo e agitação; pode causar ansiedade, palpitações (arritmia) e até, em casos mais graves, ataque de pânico. (27)

Caso você seja sensível a cafeína, talvez seja mais interessante você evitar qualquer bebida que contenha essa substância. Desde um refrigerante de cola (coca-cola) até o cacau (chocolate mais amargo).

Se você gosta muito de café e, ao mesmo tempo, é sensível à cafeína, a solução seria tomar a versão descafeinado da mesma.

Outro efeito colateral do café é a perturbação do sono – ou mais conhecido como: insônia. (28)

A cafeína é capaz de reduzir a qualidade do sono. Devido a este fato, tente consumir o café apenas de dia e cortá-lo depois das três da tarde (15:00 PM)

A cafeína tem meia-vida de aproximadamente 5 a 6 horas. Ou seja, se você tirar o café às 15 PM, às 8 PM ainda vai ter metade da substância no seu corpo.

Bem, apenas essa mudança já pode ajudá-lo a dormir melhor. Quanto mais tarde for dormir e/ou mais cedo retirar a cafeína do seu dia, melhor será seu sono.

Isso é algo particular. Algumas pessoas não tem problemas com a quantidade ou hora em que consomem café (talvez alguma delas já tenha até se acostumado), não atrapalhando em nada sua vida (ou o sono).

Eu mesmo, atualmente, consumo café as 8 PM e consigo dormir tranquilo! Porém, quando eu era sensível a substância (antigamente) eu não iria dormir de jeito nenhum.

O seguinte estudo mostrou que o hábito de consumir café (até 3 copos por dia) não está associado ao aumento de risco de hipertensão.

RESUMO

A cafeína pode ter alguns efeitos colaterais (negativos), como a ansiedade e a insônia – mas, depende muito da quantidade e da individualidade biológica da pessoa.

CAFÉ PODE VICIAR!

Outro problema relacionado a cafeína é que ele pode te viciar.

Sim! Pode parecer brincadeira/besteira, mas isso é algo sério. É um vício tanto psicológico como físico.

Psicológico, porque é muito bom! Eu mesmo não vivo mais sem tomar esse líquido maravilhoso! Parece que o dia não dá aquele “start”/ início adequado sem antes tomar uma xícarazinha.

viciado em cafeina

E dependência física, pois se você é acostumado a tomar muito durante longos períodos, ao retirar por completo você pode se sentir sonolento, fraco e, as vezes, até com dor de cabeça.

Quando as pessoas consomem café com regularidade, todos os dias, elas podem se tornar dependentes e intolerantes.

Nosso corpo tende a se acostumar com a substância (cafeína) e ela pára de funcionar – necessitando, assim, de uma dose maior para se obter os mesmos efeitos.(29)

Caso o indivíduo tente cortar a cafeína da sua rotina (parar de tomar), ele pode adquirir sintomas de abstinência, tais como: dores de cabeça, exaustão, uma certa “nebulosidade mental” (como se estivesse com a cabeça nas nuvens) e irritabilidade; Podendo durar alguns dias os sintomas. (30)(31)

RESUMO:

Cafeína é uma substância que pode levá-lo ao vício. Se consumida por longos períodos interruptos, você pode desenvolver uma intolerância aos seus efeitos, sendo necessário aumentar a dose para voltar a senti-los. Caso tente cortar de uma vez a cafeína, talvez sinta sintomas como dores de cabeça, cansaço e irritabilidade.

DIFERENÇAS ENTRE O CAFÉ NORMAL E O DESCAFEINADO

Algumas pessoas podem optar pelo café descafeinado. Este é feito através de um processo no qual se faz uma lavagem nos grãos do café com o uso de solventes químicos.

E como funciona? A cada vez que o grão do café é enxaguado, uma porcentagem da cafeína é dissolvido nesse solvente. Então, esse processo é repetido até que a maior parte da cafeína seja, de fato, removida.

Tenha em mente que, mesmo a versão descafeinada, contém alguma cafeína – apenas muito menos que o café regular. Consequentemente, o descafeinado, não tem os mesmos benefícios à saúde que teria o normal – devido a quantidade de cafeína reduzida.

COMO POTENCIALIZAS OS BENEFÍCIOS DA CAFEÍNA PARA A SAÚDE

Há algumas formas a se fazer para maximizar as vantagens à saúde que o café pode proporcionar.

A mais importante de todos é: NÃO COLOQUE AÇÚCAR NO SEU CAFÉ!

Você pode optar pelo adoçante ou, melhor ainda: tome sem nada! Aprecie o gosto do seu café e tome puro. É uma questão de hábito. Experimente ficar 2 semanas sem adoçar seu café e verás que não precisa mais disso.

Café emagrece? Experimente usar sem açúcar de mesa e veja os resultados com o tempo.

Outra dica é preparar seu café com filtro de papel. Cafés que não são filtrados contém uma substância que aumenta os níveis de LDL (colesterol considerado “ruim”), chamada ‘cafestol’. (32)

O cafestol se desprende do pó de café quando em contato com a água fervendo. Essa substância fica no coador de pano ou no filtro de papel – o que não acontece quando ingerimos o café expresso.

Pesquisas mostraram que uma xícara de café não filtrado tem em média 4mg (quatro miligramas) de cafestol, podendo elevar as taxas de LDL em cerca de 1%. Parece pouco né?! O problema é o acúmulo dessa porcentagem com o tempo.

RESUMO:

É importante que você não coloque açúcar no seu café. Use filtro de papel ou coador de pano para que seus níveis de colesterol (LDL) não aumentem.

CONTRAINDICAÇÕES – QUEM NÃO PODE TOMAR CAFÉ?

contraindicações do café. é contraindicado para quem? quem não pode tomar ?

Para algumas pessoas, o café não é indicado. Mulheres grávidas, por exemplo, deveriam evitar consumir café – ou limitar ao máximo seu consumo.

Indivíduos com problemas de ansiedade, pressão alta ou insônia têm de reduzir a ingestão de cafeína por algum tempo a fim de ver se há alguma melhora em sua condição.

Existe algumas evidências comprovando que certas pessoas podem metabolizar a cafeína de uma forma mais lenta que outras; E isso pode acarretar num aumento no risco de ataques cardíacos (infarto) bebendo café. (33)

Ademais, poucos indivíduos preocupam-se que, ao ingerir café, possam vir a ter um acréscimo no risco de desenvolver câncer ao longo do tempo.

Embora seja verdade que os grãos de café torrados tenham ‘acrilamidas’*, não há evidências de que poucas quantidades da mesma podem causar algum dano ou de fato levar ao câncer. 

* Trata-se de uma categoria de compostos carcinogênicos, conhecida por causar câncer em animais. Em abril de 2002 foi noticiada, na Suécia, a presença de elevados níveis dessa substância em certos tipos de alimentos processados a altas temperaturas.

Não há uma quantidade de acrilamida que possa ser identificada como a causadora dos efeitos maléficos. E também não se provou até então que seu efeito cancerígeno observado em ratos também ocorra em humanos.

Na verdade, a maioria dos estudos mostram que consumir café não envolve nenhum risco no desenvolvimento de câncer. (34)

Muito pelo contrário, pesquisas sugerem que, com base nos dados adquiridos em análises feitas em diversas populações, foram encontrado uma diminuição do risco de câncer de fígado, ovário, tireóide e endométrio associado à maior ingestão de cafeína. (35)

É por esse motivo que a cafeína tende a ser ótimo para a saúde na maioria das pessoas. Se você ainda não toma café, seria bom repensar na hipótese. Porém, saiba que tem desvantagens, como visto.

Muito embora, se você já é um “bebedor de café” e AMA (assim como eu) esse líquidozinho amargo, saiba que as vantagens superam os malefícios.

CONCLUSÃO

É de extrema relevância você saber que muitos dos estudos e pesquisas aqui mencionados neste artigo são apenas observacionais.

Foi examinado somente a associação entre o consumo de café/cafeína e os resultados da doença, mas não foi provado uma causa e efeito.

No entanto, observamos que a associação é forte e consistente entre os estudos; Sendo assim, o café pode, de fato, desempenhar um papel positivo em sua saúde.

Ainda que a cafeína acelere seu metabolismo a curto prazo, esse efeito é diminuído com o tempo devido a intolerância que algumas pessoas obtêm ao consumir essa substância em excesso.

Caso você esteja interessado no café devido a esse benefício da perda de peso, talvez seja interessante você “ciclar” períodos de consumo.

Deixe seu próprio corpo dar um “reset”. Talvez ciclos de 2 semanas tomando café e 2 semanas “off” (sem ingerir nada com cafeína) seja o melhor a se fazer.

Esse foi o artigo explicando tudo sobre o café. Se você chegou aqui, meus parabéns!

Para valer meu esforço por ter escrito e reunido todas essas informações para você, comente abaixo e deixe seu feedback.

Diga que tipo de artigo você quer ler por aqui também e, se possível, compartilhe com quem precisa.

Vamos trocar a coca-cola pelo café, que convenhamos, é muito mais saudável!

Abraços, e até a próxima!

saiba como emagrecer clicando aqui

Ref.: https://www.healthline.com/nutrition/coffee-increase-metabolism
https://www.healthline.com/nutrition/coffee-good-or-bad

Tags: | | | | | | |

Sobre o Autor

Bruno Rodrigo "BR" (da Nutrição)
Bruno Rodrigo "BR" (da Nutrição)

Bruno Rodrigo "BR", quando jovem, era um "gordinho" inseguro e só queria ter a tal "barriga tanquinho". Desde então, ele vem pesquisando sobre nutrição e exercício físico há mais de 11 anos. Morou por anos no Canada e lá se profissionalizou estudando a fundo as mais avançadas estratégias nutricionais. Fundou em 2019 a "BR da Nutrição", uma empresa especializada em emagrecimento e ganho de massa muscular que tem revolucionado e transformado a vida de milhares de pessoas. Hoje, sua missão é ajudar o máximo de pessoas possível a alcançarem o corpo que desejam, o peso ideal e a máxima saúde. Para saber mais sobre sua historia, clique aqui.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza Cookies e Tecnologias para melhorar sua experiência. Ao utilizar nosso site BR da Nutrição, você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.