fbpx

Fibromialgia alimentação: Confira neste artigo algumas formas de fazer uma dieta para aliviar as dores da doença.

Embora uma boa nutrição seja uma parte importante do controle de muitos tipos de condições crônicas, as pessoas com fibromialgia podem frequentemente obter um alívio significativo de seus sintomas mudando sua dieta.

Embora exista pouca pesquisa sobre a ligação entre dieta e fibromialgia, a nutrição é uma ferramenta promissora para o tratamento de pacientes, de acordo com um estudo publicado na revista Clinical and Experimental Rheumatology.

Não existe uma “dieta para fibromialgia alimentação” que funcione para todos as pessoas acometidas por essa doença.

Contudo, existe uma fibromialgia alimentação ideal; ou seja, certos alimentos e nutrientes que muitas vezes ajudam no alivio das dores.

A fibromialgia é um distúrbio em que os pacientes apresentam dores musculares generalizadas, bem como outros sintomas, como fadiga, sono, problemas de memória e variações de humor.

Evitar certos alimentos que podem desencadear as consequências da fibromialgia pode ajudá-lo a se sentir melhor.

Fibromialgia alimentação: Consumir mais alimentos antiinflamatórios e integrais pode ajudar a melhorar os sintomas da doença.

Bruno Rodrigo, fundador da BR da Nutrição, que trabalha regularmente com pessoas com fibromialgia, compartilha seus melhores conselhos para encontrar um plano de dieta para fibromialgia que funcione para você.

1. Coma uma dieta baseada em vegetais

Frutas e vegetais são carregados com componentes antioxidantes e antiinflamatórios que podem aliviar a dor da fibromialgia”.

diz Bruno Rodrigo “BR”
alimentos para fibromialgia

Estudiosos encontraram evidências de que o aumento da proporção de vegetais na dieta pode ter um impacto positivo na fibromialgia alimentação. Especificamente, algumas pesquisas mostraram uma redução das dores em pessoas que mudaram seu estilo alimentar para uma dieta vegetariana ou vegana.[1][2]

Talvez te interesse: Como fazer a transição para uma dieta vegetariana

E se você está acima do peso, trocar carnes com alto teor de gordura e grãos refinados por mais legumes e vegetais pode ajudá-lo a emagrecer e se sentir melhor.

Bruno Rodrigo ainda acrescenta: “A perda de peso diminui a inflamação e alivia a carga sobre seus músculos e articulações”.

Emagrecer não significa “passar fome”. Fazendo essas substituições inteligentes, garanto-lhe que comerá mais e melhor do que antes.

Esse é um dos segredos contidos no livro digital GRATUITO que você pode acessar clicando na imagem abaixo.

Fibromialgia Alimentação Ideal: 7 Maneiras para uma Dieta Saudável 1 BR da Nutrição | Consultoria Fitness Online

2. Aumente a ingestão de ômega-3

Bruno Rodrigo aconselha seus pacientes com fibromialgia alimentação a comer mais alimentos ricos em ácidos graxos ômega-3, incluindo peixes gordurosos, nozes e sementes de linhaça.

Pode ajudar a diminuir a inflamação e aliviar a dor em algumas pessoas”, explica ele.

Não gosta de peixe? Suplementos de óleo de peixe podem ajudar.

Leia também: Para que serve Omega-3

Outras fontes de gorduras “boas” também são bem-vindas!

O azeite de oliva extravirgem é uma escolha saudável e versátil visando uma dieta para fibromialgia alimentação.

Um estudo médico descobriu que o uso de azeite de oliva melhorou o funcionamento físico e psicológico.[3]

3. Temperos são seus aliados

Muitas ervas e especiarias são fontes potentes de fitoquímicos, que são compostos químicos produzidos por plantas associados a efeitos antiinflamatórios.

As principais escolhas de Bruno Rodrigo incluem:

  • açafrão,
  • pimenta vermelha,
  • cravo,
  • gengibre,
  • cominho,
  • erva-doce,
  • manjericão,
  • alecrim e
  • alho.

4. Limite o consumo de açúcar

Uma dieta rica em açúcar e carboidratos refinados (bem como gorduras saturadas e trans) podem agravar a inflamação.

Mas tenha em mente que: Não é porque você simplesmente evita/deixa de comer sobremesas, pão, etc que significa que sua dieta é baixa em açúcar…

O açúcar pode estar escondido em alimentos considerados ‘inocentes’, como molhos para salada, por exemplo. Por isso é importante sempre ler o rótulo ao fazer compras”.

diz Bruno Rodrigo
Fibromialgia Alimentação Ideal: 7 Maneiras para uma Dieta Saudável 2 BR da Nutrição | Consultoria Fitness Online

Veja acima a tabela nutricional de um molho para salada. Perceba que é rico em gorduras e carboidratos (A combinação perfeita para engordar).

Esses são valores nutricionais de uma simples colher de sopa – e, dificilmente, a pessoa irá comer tão pouco assim.

PS.: Esse é mais um dos segredos contidos no livro. (Se ainda não o obteve, faça-o agora por aqui)

5. Considere eliminar o glúten

O glúten pode desencadear a dor da fibromialgia? Como as pessoas com essa doença costumam apresentar sintomas semelhantes aos associados a distúrbios relacionados ao glúten, suspeita-se que algumas delas possam ter uma sensibilidade ao glúten subjacente.

Veja também: Dieta Sem Gluten

No entanto, ficar sem glúten não é algo que você deve tentar por conta própria. De acordo com Bruno Rodrigo: ​​”Você precisa estar em um plano cuidadosamente elaborado para não acabar com deficiências de nutrientes.”

Fibromialgia Alimentação Ideal: 7 Maneiras para uma Dieta Saudável 3 BR da Nutrição | Consultoria Fitness Online

6. Mantenha um diário alimentar para identificar sensibilidades alimentares

Pessoas com fibromialgia às vezes descobrem que seus sintomas de fibromialgia pioram quando comem certos alimentos ou ingredientes, como laticínios, cafeína ou adoçantes artificiais.

Veja também sobre Intolerancia a Lactose

Para identificar seus gatilhos, mantenha um diário alimentar por algumas semanas e observe como você se sente após cada refeição.

Tens interesse em adquirir um Diario Alimentar GRATUITAMENTE? Clique aqui.

Lembre-se, entretanto, de que os sintomas de fibromialgia decorrentes da ingestão de um determinado alimento podem levar até um dia para aparecer.

7. Pergunte ao seu médico sobre suplementos

Muitos brasileiros têm baixo teor de vitamina D e magnésio – ambos importantes para quem sofre de fibromialgia.

Se você não está recebendo magnésio suficiente, isso pode piorar sua fadiga, porque o magnésio desempenha um papel importante na produção de energia”,

explica Bruno Rodrigo

Quanto à vitamina D, um estudo publicado na revista Pain descobriu que pessoas com fibromialgia que tomaram vitamina D relataram menos dor e fadiga matinal do que aquelas que tomaram placebo.

Quem tem fibromialgia pode tomar café?

Sim. A questão do café e chás é devido ao seu efeito estimulante – por conta da cafeína.
Conseguir um sono profundo e restaurador é crucial para aliviar o estresse e minimizar a dor da fibromialgia. A cafeína é bem conhecida por interferir no sono, entretanto.
Se uma pessoa se sentir muito cansada para dispensar completamente a cafeína, é melhor limitar seu consumo apenas pela manhã.
Saiba Mais: Café tira o sono?

Quem tem fibromialgia pode tomar leite?

A lactose e outros ingredientes do leite e de outros laticínios causam problemas digestivos em algumas pessoas com essa doença.
Leite sem lactose, alternativas ao leite e kefir podem ser substitutos úteis na dieta para fibromialgia alimentação.
Quando a intolerância à lactose não é grave, queijos e iogurtes podem ser bem tolerados.

Conclusão Sobre a Fibromialgia Alimentação

fibromialgia alimentação

Mudar completamente os hábitos alimentares pode ser um desafio a fim de incorporar uma dieta para fibromialgia alimentação. Se grandes alterações forem necessárias, pode ser menos perturbador adicionar novos alimentos gradualmente.

Depois de feita a transição, pode levar várias semanas para que uma pessoa perceba uma diferença nos sintomas negativos da doenças.

Independentemente de quaisquer padrões alimentares pessoais, existem algumas “regras de ouro” a seguir que devem constituir uma dieta básica:

  • Coma peixes e/ou sementes de linhaça
  • Coma o máximo possível de vegetais e legumes para combater o estresse oxidativo dessa doença inflamatória.
  • Evite chás e café
  • Cuidado com os alérgenos comuns, como laticínios, trigo, gluten
  • Reduza ou elimine o açúcar. Além de inflamatório, pode reduzir a imunidade, causar fadiga e inchaço (retenção líquida)
  • Beba água! A desidratação causa dores de cabeça, dores nas costas e fadiga

Essas dicas lhe foram uteis? Compartilhe com seus amigos usando os botões abaixo:

Procure comer devagar (mastigar mais), tomar mais sol (suplemente com vitamina D) e melhore seu descanso (faça a higiene do sono).

Essas medidas ajudarão a diminuir a ansiedade, melhorar o humor, reduzir o estresse e auxiliar na recuperação celular e nos níveis de energia.

Mude aquilo que você tem controle; por exemplo, melhore sua dieta (busque uma fibromialgia alimentação saudável), estilo de vida (faça mais exercícios físicos!) e qualidade do sono.

Caso queira alguém para lhe ajudar a montar seu planejamento para fibromialgia alimentação e treinos, conte com nosso time de especialistas. Aperte o botão abaixo e confira nossos serviços.

Tags: | | | |

Sobre o Autor

Bruno Rodrigo "BR" (da Nutrição)
Bruno Rodrigo "BR" (da Nutrição)

Bruno Rodrigo "BR", quando jovem, era um "gordinho" inseguro e só queria ter a tal "barriga tanquinho". Desde então, ele vem pesquisando sobre nutrição e exercício físico há mais de 11 anos. Morou por anos no Canada e lá se profissionalizou estudando a fundo as mais avançadas estratégias nutricionais. Fundou em 2019 a "BR da Nutrição", uma empresa especializada em emagrecimento e ganho de massa muscular que tem revolucionado e transformado a vida de milhares de pessoas. Hoje, sua missão é ajudar o máximo de pessoas possível a alcançarem o corpo que desejam, o peso ideal e a máxima saúde. Para saber mais sobre sua historia, clique aqui.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza Cookies e Tecnologias para melhorar sua experiência. Ao utilizar nosso site BR da Nutrição, você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.