fbpx

Afinal, o que é o jejum intermitente? Neste artigo você aprenderá tudo sobre esse estilo de vida; como fazer; como funciona; e muito mais.

Passarei aqui minha visão e experiência de como me sinto ao realizar essa prática do jejum intermitente.

jejum intermitente o que é
você sabe o que é jejum intermitente?

O que é o jejum intermitente? Fiquei 48 horas (2 dias) Sem Comer Nada!

Logo abaixo você encontrará meu vídeo fazendo a experiência de ficar mais de 60 horas em jejum completo – apenas água, café (sem açúcar) e chás.

48hrs em Jejum Intermitente

Eu fiz esse vídeo como uma forma de desafio pessoal. Apenas faça o mesmo se você já estiver acostumado/adaptado com o jejum intermitente.

Sempre consulte um médico ou responsavel antes de fazer algo que envolvem sua saúde e/ou alimentação.

O que é o Jejum Intermitente: Minha Vivencia

O que é o Jejum Intermitente? Tenho praticado esse estilo alimentar há anos ja – mais especificamente, há 5 anos.

Eu apenas pulo o café da manhã todos os dias e faço duas refeições a noite.

Era algo inconsciente para mim, pois nunca tive fome pela manhã. Ao jejuar sempre me senti mais produtivo (um dos beneficios que mais gosto no jejum).

Minha primeira refeição é feita em torno das 19~20 horas da noite e a segunda e última antes de dormir, por volta das 23hrs.

Não consigo dormir com fome – na verdade, eu gosto é de dormir bem cheio (só assim eu durmo bem!).

Então eu prefiro fazer grandes refeições logo antes de me deitar – o que quebra aquele mito de “não pode comer carboidrato depois das 18hrs”.

Em seguida, depois da última refeição, eu durmo e jejuo pelas próximas 20 horas até começar a comer novamente no dia seguinte às oito da noite.

O Que Comer No Jejum Intermitente?

Você pode estar pensando: “Mas, se eu não comer nada, vou desmaiar… ficar sem força”. Eu digo-lhes, então, que, surpreendentemente, desde que comecei o jejum intermitente, sinto:

  • um aumento drástico na ATENÇÃO e FOCO.
  • minha DISPOSIÇÃO aumentou também.
  • houve manutenção ou até uma DIMINUIÇÃO da gordura corporal (mesmo comendo muito! em grandes quantidades);
  • embora eu sinta mais fadigado, consegui mais explosão e FORÇA nos exercícios;

Devido a fadiga, diminui a quantidade de tempo que passei treinando (de 12 horas por semana para 7 horas por semana).

Em outras palavras, estou mais forte e mais magro; mesmo indo menos à academia e comendo menos também.

Como isso é possível? Existe alguma ciência ou evidência por trás disso? Não é perigoso?

Vamos com calma, colega.

Vou te explicar o que é O jejum intermitente e, mesmo que ele possa parecer estranho no começo (pra quem nunca fez antes), saiba que é algo simples e fácil de implementar na rotina – além de ter diversos benefícios para a saúde.

Fique comigo até o final que vou responder todas suas perguntas.

O que é o jejum intermitente e por que eu deveria faze-lo?

O que é o Jejum Intermitente? Tenha em mente que não é simplesmente uma dieta – embora muitos acreditam que seja o caso.

Na verdade, se trata de um padrão/estilo alimentar. É uma maneira de programar suas refeições para que você consiga adequar a sua rotina.

O jejum intermitente não muda o que você come, muda QUANDO você come.

E quais as vantagens disso?

Trata-se de uma ótima maneira de emagrecer sem fazer uma dieta maluca ou pesar seus alimentos.

Ocorre que a grande maioria das pessoas ficam ‘beliscando’ durante o dia – e, em geral, são alimentos nada nutritivos.

Com o jejum você se esquiva desses deslizes.

Além disso, estudos mostraram que o jejum intermitente é uma boa forma de manter a massa muscular enquanto emagrece.

Dessa forma, a principal razão pela qual as pessoas tentam iniciar o jejum intermitente é com o objetivo de perder gordura corporal.

Logo mais explicarei melhor sobre o que é o jejum intermitente e como ele pode favorecer ao emagrecimento.

O que é o jejum intermitente e COMO FUNCIONA?

Bruno Rodrigo coach na BR da Nutrição mostra como funciona jejum intermitente

O que é o jejum intermitente? Para entender como ele leva à perda de gordura, primeiro precisamos entender a diferença entre o estado alimentado e o estado em jejum.

Seu corpo está no estado alimentado quando está digerindo e absorvendo alimentos.

Em geral, essa condição começa quando você inicia a alimentação e dura de duas a cinco horas enquanto seu corpo faz a digestão e absorve a comida – mas, pode variar da quantidade e qualidade do alimento.

Quando você está no estado alimentado, é difícil para o seu corpo queimar gordura pois seus níveis de insulina estão altos.

Então, depois desse intervalo de tempo, seu corpo entra num modo chamado “pós-absorção”, o que significa que o corpo não está mais processando qualquer alimento.

Esse estado dura até 8 a 12 horas após a sua última refeição, que é quando você entra, de fato, no jejum.

O que é o jejum intermitente? Neste estado, é muito mais fácil para seu corpo queimar gordura, porque seus níveis de insulina estão baixos.

Dessa forma, tem-se um acesso às gorduras na qual não era possível enquanto estava no estado alimentado.

Devido ao fato de nós não entrarmos em jejum completo até 12 horas após a nossa última refeição, é raro que nossos corpos entrem neste modo de queima de gordura.

Esta é uma das razões pelas quais muitas pessoas que iniciam a prática do jejum intermitente perdem gordura corporal sem mudar o que comem ou com que frequência se exercitam.

O que é o jejum intermitente e Quais seus BENEFICIOS?

beneficios do jejum intermitente

1. O jejum intermitente torna o seu dia mais SIMPLIFICADO

O que é o jejum intermitente? Ele ajuda a reduzir o stress, pois você não ficará mais preocupado em “que horas vou comer?”. O jejum oferece essa facilidade adicional à sua vida.

Quando acordar, você não me precisará mais se preocupar em fazer seu café da manhã (e acabar chegando atrasado no trabalho talvez rs).

Você pode apenas tomar alguns copos de água ou seu café (sem açúcar) e começar o dia da melhor maneira possível.

Eu gosto de comer bastante e não me importo de cozinhar minha própria comida. Comer três refeições por dia nunca foi um problema para mim.

No entanto, o jejum intermitente me permitiu comer uma refeição a menos, o que significa que me poupou mais tempo livre para fazer outras coisas.

Isso torna a vida um pouco mais fácil e eu gosto disso.

2. O jejum intermitente pode PROLONGAR sua vida

o que é jejum intermitente? ele pode prolongar sua vida
Estudos mostraram que o jejum Intermitente pode prolongar a vida.

O que é o Jejum intermitente? Diversas estudos mostram que restringir calorias é uma forma de viver mais.

Do ponto de vista lógico, isso faz sentido.

Pensa comigo: Quando você está “morrendo” (de fome, no caso), seu corpo entra em estado de alerta e busca maneiras de prolongar sua vida.

Há apenas um problema nisso: quem quer passar fome para viver mais?!

Eu, particularmente, quero aproveitar uma vida longa. E passar fome não me soa muito interessante.

A boa notícia é que o jejum intermitente ativa os mesmos mecanismos para estender a vida igual se você estivesse em restrição calórica.

Em outras palavras, você recebe os mesmos benefícios de uma vida mais longa sem o desconforto de passar fome.

O que é o jejum intermitente? Em 1945, um estudo descobriu que o jejuar podia prolongar a vida dos ratos.

Atualmente, outra análise, feita agora em humanos, descobriu que o jejum intermitente (em dias alternados) foi capaz de levar a uma maior LONGEVIDADE.

Falando em fome, confira nosso Metodo Emagrecer Comendo (MEC), que te permite justamente isso… perder gordura e comendo bem. Confira:

Metodo Emagrecer Comendo - Programa de Emagrecimento
Clique no botão acima para saber mais detalhes.

3. O jejum intermitente é capaz de DIMINUIR O RISCO de CÂNCER

O que é o jejum intermitente? Ele pode mesmo previnir o cancer?

Veja, Este é um debate que está em discussão ainda, pois não se tem muita pesquisa e experimentação envolvida sobre a correlação entre câncer e jejum.

No entanto, os primeiros relatórios feitos parecem ser bem positivos.

Este estudo de 10 pacientes com câncer indica que os efeitos colaterais da quimioterapia podem ser aliviados pelo jejum, antes do tratamento.

O estudo acima é corroborado por outra pesquisa que usou o jejum alternado com pacientes com câncer e concluiu que jejuar antes da quimioterapia resultaria em melhores taxas de cura e menos mortes.

Por fim, outra análise, na qual abrangeu diversos outros estudos sobre jejum e doenças concluiu que jejuar não só parece reduzir o risco de câncer, mas também de doenças cardiovasculares.

4. Jejuar é muito mais fácil de seguir do que a dieta regular

O que é o jejum intermitente e por que ele pode ser superior a outras dietas?

Veja tambem: Dieta ou Reeducação Alimentar

A razão pela qual a maioria das dietas falham não é porque nós mudamos nossa alimentação e que estamos “comendo errado”… é porque nós não seguimos a dieta a longo prazo.

É o que eu sempre falo: “CONSISTÊNCIA é a chave do sucesso!”.

Assim, não se trata de um “problema nutricional”, e sim, uma dificuldade em mudanças de comportamento.

É ai então que sabendo o que é o jejum intermitente você poderá se destacar.

Pois esta prática é algo fácil de implementar no seu dia-a-dia quando você supera aquela ideia/mito de que precisa comer o tempo todo.

Por exemplo, este estudo constatou que o jejum intermitente foi uma estratégia eficaz para perda de peso em adultos obesos e concluiu que “os sujeitos se adaptam rapidamente” a uma rotina de jejum.

Jejum Intermitente: O que é – Nas palavras de um Especialista

O que é o jejum intermitente? Particularmente, Eu gosto da definição dada pelo Dr. Michael Eades, escritor do livro “O poder da proteína” (1996).

Ele já tentou o jejum intermitente e fala sobre a diferença entre uma dieta regular e o jejum.

Eades comenta que “dietas são fáceis em teoria e difíceis na execução. Jejuar é o oposto – difícil na teoria e simples de se executar.

A maioria de nós já pensou em fazer dieta. Quando encontramos alguma que, em fim, parece combinar conosco então se torna um alívio.

Mas, quando entramos de “cabeça” no regime, vimos que é mais complicado do que parece.

Por exemplo, eu sempre fiz a dieta de low-carb. Uma vez resolvi testar fazer então a dieta de “low-fat” – ou seja, baixa em gorduras.

Eu pensei que comer pão, geléia, pipoca, batatas e muitas bananas seria algo atraente e interessante.

Porém, a realidade é que logo enjoei, e queria comer minha carne e ovos novamente.

Por isso, dietas são fáceis na teoria e não tão simples no longo prazo de serem feitas.

As pessoas me indagavam como seria possível ficar 24 horas sem me alimentar, e ficavam espantados quando eu explicava o que eu estava fazendo.

Elas diziam que nunca seriam capazes de fazer tal coisa. Mas, uma vez que começavam, era algo fácil.

Sem preocupações do que e onde comer. Uma grande libertação! Seus gastos com comida despencam e você nem sente tanta fome.

Dr. Michael Eades

Por isso, na minha humilde opinião, a facilidade e praticidade do jejum intermitente é o melhor motivo para tentar experimentá-lo.

3 Tipos de Jejum Intermitente

Muito bem, se você considerou a ideia de dar uma chance para esse estilo alimentar, agora que sabemos o que é o jejum intermitente, aqui vai algumas opções de como ele funcionaria em sua rotina e estilo de vida.

Como é o jejum intermitente 16/8

Em geral, eu mesmo – e a maioria dos praticantes do jejum – optam por seguir o Método 16/8 (ou também conhecido por “Leangains”).

Nesse tipo de jejum intermitente, você jejua por 16 horas e se alimenta nas 8 horas restantes do dia.

o que é jejum intermitente protocolo 16 8

Não importa o horário que você começa essas 8 horas do período de jejum (pode começar as dez da manhã e acabar as seis da tarde, por exemplo).

Faça no horário que melhor se encaixe na sua rotina.

Pessoalmente, prefiro fazer a janela de alimentação das quatro da tarde até meia noite, pois é fácil para mim pular o café da manhã e almoço.

O que é o jejum intermitente e Como seria isso aplicado ao meu dia então? Veja abaixo.

como fazer jejum intermitente. horários, planejamento. rotina. meu dia de jejum
Como fazer jejum intermitente. Nesta imagem você pode ver meus horários de jejum, todo o planejamento e meu dia (rotina) de jejuar.

Se você jejuar todos os dias, isso se tornará mais fácil com o tempo (acaba virando um hábito).

Talvez você nunca tenha percebido, mas provavelmente você se alimenta todos os dias no mesmo horário, inconscientemente. Com o jejum será o mesmo – você aprende a não comer em certos períodos.

Ocorre que com o jejum você tipicamente cortará um ou duas refeições do seu dia, o que dificultará em alcançar a mesma quantidade de calorias que você consumia antes. Devido a esse fato é que você acaba emagrecendo.

Isso pode ser bom ou ruim dependendo do seu objetivo (ganho de massa ou perda de peso).

O que é o Jejum Intermitente? Significa comer uma vez no dia?

Há quem prefira fazer apenas uma refeição por dia, que é o caso deste tipo de jejum intermitente, conhecido por comer-parar-comer (ou, em inglês, “eat-stop-eat”).

Por exemplo, você janta na segunda à noite e depois só volta a se alimentar na terça-feira a noite.

A vantagem desse tipo de estratégia seria que ela oferece mais tempo no estado de jejum do que o estilo anteriormente citado (Leangains). Hipoteticamente falando, isso aumentaria os benefícios do jejum.

Contudo, eu recomendaria você se concentrar em conseguir comer o suficiente.

A parte mais difícil para quem faz jejum é comer mais em um curto espaço de tempo. Mas, aqui também é questão de hábito.

Seu estômago se adapta a comer grandes quantidades de comida. E não, você não engorda por comer em maior quantidade (desde que coma “certo”).

O resultado final é que, em geral, as pessoas que experimentam o que é o jejum intermitente acabam perdendo peso pois elas, inconscientemente, acabam “cortando” (deixando de fazer) algumas refeições do seu dia e semana.

Logo, em teoria, irá comer menos.

Menos calorias no seu dia significa EMAGRECIMENTO.

Se você está buscando perder peso, esse não será o problema. Sendo assim, eu penso ser uma boa ideia você tentar jejuar por algumas horas em alguns dias da sua semana – apenas para ver como você se sente.

O Que é Permitido no Jejum intermitente?

Para responder essa pergunta, Fizemos um ebook completo (e GRATUITO!) com todas as perguntas relacionadas a quais alimentos e/ou bebidas podem interromper e anular o jejum.

Se você tem interesse em saber O que é o jejum intermitente e o que pode interromper esse estado, clique agora no botão logo abaixo:

quais alimentos ou bebidas quebram o jejum intermitente? o que quebra o jejum?
E-book Gratuito “O Que Quebra o Jejum Intermitente?”. Baixe o seu agora!

PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ) Sobre O que É o Jejum Intermitente

1- Mulheres podem fazer jejum intermitente?

R: Sim, alguns relatos mostram que as mulheres podem ser mais flexíveis com o jejum, não precisando ser tão restritas, tendo uma janela de alimentação mais ampla.
Enquanto homens, em geral, podem jejuar por 16 horas e comer por 8 horas; As mulheres podem se sentir mais confortáveis se alimentando por 10 horas e ficando em jejum por 14 horas.
O melhor conselho que posso dar (não apenas para mulheres) é: experimente e veja o que funciona melhor para você! Se algo estiver errado, seu corpo irá “falar”.

2- Meu médico falou que eu deveria comer de 3 em 3 horas. E agora, quem está certo?

R: Não existe certo e errado. Ambas estratégias, seja jejum intermitente ou uma alimentação regular, te levarão ao sucesso, a alcançar seus objetivos, se feito da maneira correta.

Deve-se olhar o contexto geral da dieta, e não apenas um fator isolado.

A crença popular é que você deva comer várias refeições no dia (ou de 3 em 3 horas).

A justificativa que dão é que, dessa forma, seu corpo irá queimar calorias enquanto processa o alimento e irá manter seu metabolismo ativo durante todo o dia.

Ocorre que, a quantidade de calorias que você gasta é proporcional ao tanto de calorias que você ingere.

Então, digerindo seis pequenas refeições que lhe darão 2000 calorias para queimar, é a mesma quantidade de energia gasta no processo de digestão de duas grandes refeições de 1000 calorias cada. Entendeu?

No final das contas, é o SALDO CALÓRICO o importante.
Esteja em déficit, e você irá emagrecer.
Fique em superavit calórico, e você irá engordar. Simples assim! (a grosso modo falando)

Não importa se você consegue suas calorias do dia em 10 refeições ou em uma. O resultado é que você acabará no mesmo lugar.

Claro, eu sempre friso que você deva ouvir seu médico. Mas as vezes ele quer apenas que você fique bem e te dá um diagnóstico generalizado SEM observar suas particularidades.

3- Se eu passar o dia sem comer, não vou passar mal?

Não! Honestamente, eu penso que as barreiras mentais são o grande obstáculo para as pessoas que pensam em jejuar, pois isso a estratégia em si não é tão difícil. Veja mais abaixo.

Jejum Intermitente Faz Mal?

Aqui vai algumas razões do por que o jejum intermitente não é tão “insano” e prejudicial quanto você pensa.

Primeiramente, o ato de jejuar é praticado por varios grupos religiosos a vários anos. Exemplo: Ramadã.

Estudiosos da area da saúde tem notado diversos benefícios para a saúde no jejum.

Apesar de estar mais em voga atualmente, o jejum intermitente sempre existiu e funcionou.

Segundo, o que é o jejum intermitente pode parecer estranho inicialmente, pois a mídia nunca falou muito sobre isso.

A razão é devido ao dinheiro envolvido com produtos de café da manhã, alimentação em geral, suplementos.

Se as pessoas deixam de consumir esses industrializados então o mercado tem uma queda enorme.

E em terceiro lugar, você provavelmente já jejuou várias vezes, mesmo sem saber.

Talvez tenha dormido até tarde e acabou “pulando” o café da manhã – algumas pessoas fazem isso nos finais de semana.

Em situações como essa, você geralmente janta e só vai almoçar no dia seguinte ou mais tarde – dando-lhe cerca de 14 a 16 horas de jejum (e você sequer pensou sobre isso).

Eu pessoalmente, acho interessante você jejuar por 24horas ao menos uma vez para testar.

Eu pesquisei muito sobre o que é o jejum intermitente, fiz recentemente e gostei! Na verdade, gostei tanto que até prolonguei esse jejum de 24 horas por mais um dia (como pode ver no vídeo).

É bom para ensinar a você mesmo e ao seu corpo que conseguirá sobreviver e ficar bem sem se alimentar por um dia. Fora que, há diversos estudos envolvidos mostrando os benefícios para a saúde.

Enfim, a melhor forma de saber se você vai “se dar bem” com algo é: Experimentar!

Então, fica ai minha dica.

Depois me conte o que achou.

Abraços, BR.

Ref.: https://jamesclear.com/the-beginners-guide-to-intermittent-fasting

Tags: | | | | |

Sobre o Autor

Bruno Rodrigo "BR" (da Nutrição)
Bruno Rodrigo "BR" (da Nutrição)

Bruno Rodrigo "BR", quando jovem, era um "gordinho" inseguro e só queria ter a tal "barriga tanquinho". Desde então, ele vem pesquisando sobre nutrição e exercício físico há mais de 11 anos. Morou por anos no Canada e lá se profissionalizou estudando a fundo as mais avançadas estratégias nutricionais. Fundou em 2019 a "BR da Nutrição", uma empresa especializada em emagrecimento e ganho de massa muscular que tem revolucionado e transformado a vida de milhares de pessoas. Hoje, sua missão é ajudar o máximo de pessoas possível a alcançarem o corpo que desejam, o peso ideal e a máxima saúde. Para saber mais sobre sua historia, clique aqui.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza Cookies e Tecnologias para melhorar sua experiência. Ao utilizar nosso site BR da Nutrição, você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.