fbpx
o peso na balança é o melhor parametro? quanto voce esta pesando na balança?
Será que o peso na balança realmente importa?

Você sabe quanto está pesando na balança?! E se eu lhe disser que esse ‘númerozinho’ da balança não deve ser o único parâmetro para avaliar seu progresso?

Em geral, as pessoas levam o peso da balança muito a sério e deixa de ver os reais parâmetros que realmente importam.

Além disso, elas tendem a se pesar em balanças diferentes, com diversas regulagens e em horários variados do dia.

Dessa forma, não tem uma ideia de peso real.

É importante lembrar de sempre estar se pesando na mesma balança, no mesmo horário e levar em conta o peso da roupa.

A melhor hora para se pesar, na minha opinião, seria de manhã e em jejum (com pouca roupa, de preferencia – porém, isso não é uma regra).

RESUMINDO: Quanto você está pesando na balança? Pese sempre em jejum pela manhã, uma vez por semana ou a cada quinze dias, para que se note uma evolução real.

Entendo Os Números Na Balança!

Quanto está pesando na balança?! Vou lhe dar um exemplo para você poder visualizar melhor…

Temos o atleta Pedro que pesa 100 kg. Desse valor de peso, 80 kg é massa magra (isso inclui: músculos, órgãos, ossos, água, etc) e 20 kg de massa gorda (gordura).

Diante dessas informações hipotéticas, Pedro tem 20% de gordura corporal. Devido às flutuações de peso durante o dia, ao se pesar em diferentes balanças e momentos do dia, Pedro pode variar entre 98 kg e 102 kg em apenas um dia. (Uma variação de 2 kg para cima ou para baixo).

Essa variação descrita é conhecida por “Escala de Peso“, sendo avaliada de dois modos: peso verdadeiro (peso constante que aparece na balança) e o peso flutuante (valores acima ou abaixo do seu peso – uma margem de erro).

Quanto Você Está Pesando na Balança? As Variações de Peso

Quanto Você Está Pesando na Balança? As Variações de Peso
Créditos da Imagem: culturamix.com

Pesando na balança: Temos que ter em mente que o peso é algo inconstante e que varia muitas vezes ao dia e, também, durante muitos dias do mês.

Podemos acordar com um peso e, antes de dormir, o peso já ser outro. Em geral, o peso está maior no final do dia, afinal, consumimos mais líquidos, ingerimos sal e sódio (o que leva a certa retenção), comemos, fazemos nossas refeições (comida pesa no estômago, o que leva a maior peso na balança), etc.

Um dia estamos com um peso mais baixo, no outro talvez não. Tudo vai depender da nossa alimentação, da nossa ingestão de líquidos, da atividade física e, no caso das mulheres, até mesmo o ciclo menstrual pode interferir.

Pesando na balança: Veja alguns pontos relacionados à variações de peso na balança:

  • Estoque de Glicogênio: os valores de glicogênio dependem muito da sua dieta, principalmente do consumo de carboidratos em geral. Afinal, cada grama de carboidrato “segura” três ou quatro gramas de água.

Se você estiver com seus estoques de glicogênio vazios, certamente sua variação será baixa – E o mesmo vale para o contrário.

  • Retenção de Água e Ingestão de Sódio: Alimentos com muito sal poderá levar à um aumento na quantidade de sódio circulante. Consequentemente, faz com que a pessoa tenha mais sede e beba mais água.

Com a ingestão excessiva de sal, nosso organismo tende a equilibrar o volume de líquidos no corpo, o que leva à retenção hídrica.

Por isso, quando ter aquela “escapadinha” da dieta, você pode ter uma oscilação grande de peso.

Mas, não se desespere! Se foi só uma ‘fugidinha’, isso é temporário e o seu verdadeiro peso pode não ter mudado muito.

Garanto-lhe que em cerca de 2 ou 3 dias, ao retornar para a dieta normal, seu peso voltará ao que era.

  • Ciclo Menstrual: Neste caso, mulherada, não tem para onde correr. Durante esse período haverá mesmo um inchaço devido às diversas alterações hormonais do corpo.

Pesando na balança. A minha dica é: não se pese durante a menstruação! Pois poderá ter uma frustração ao olhar aquele peso – que não é verdadeiro – na balança.


Quanto Você Está Pesando na Balança Com Baixo Consumo de Carboidrato?

Quanto Você Está Pesando na Balança Com a baixa ingestão de Carboidratos?
Créditos da Imagem: Blog do Geraldo José

Quanto está pesando na balança?! Pessoas que fazem dietas restritivas, hipocalóricas e com baixo consumo de carboidratos tendem a experimentar uma perda muito rápida de peso logo nas primeiras semanas, no início da dieta.

Mas, ao retornarem a rotina alimentar normal, recuperam o peso facilmente. Isso ocorre devido ao já que falamos sobre os estoques de glicogênio.

Eles, por estarem vazios, levam a uma redução da retenção de água, e por consequência, uma perda de peso.

Porém, saiba que o carboidrato NÃO É O VILÃO! Tanto o carboidrato quanto o glicogênio são essenciais para sua energia do dia-a-dia.

Ao invés de culparmos o carboidrato, que tal equilibrar a ingestão do macronutriente?!

Não é cortá-lo da sua vida, e sim, balancear e ter um ingestão ideal para seu corpo.


Quanto Você Está Pesando na Balança? OUTROS FATORES

Pesando na balança: Você deve dominar o resultado da balança. Saiba interpretar os números que ali mostram no visor.

Construa um histórico de peso e outros dados, considerando:

  • Medida de Cintura: Você deve medir a relação cintura e quadril. Compare os números semanalmente. Esse ponto é importante para avaliar a gordura visceral e a propensão de doenças cardiovasculares.
  • Força: Durante seus treinos, note se sua força está aumentando ou diminuindo no decorrer das semanas. Se, por exemplo, a força aumentou, é possível que você note um aumento de peso corporal. Mas, encare isso de forma positiva, pois é um indicativo de que ganhou massa magra.
  • Flutuações de Peso: Pode variar de pessoa para pessoa – além de depender de diversos fatores já explicados acima.

Pesando na balança: Observe as três tabelas abaixo que demonstram como interpretar seu peso na balança caso o peso esteja aumentando ou diminuindo (ou se mantendo):

Quanto Você Está Pesando na Balança? como interpretar seu peso quando ele está diminuindo
Créditos da Imagem: Paola Machado @vivabem UOL
Quanto Você Está Pesando na Balança? como interpretar seu peso  quando ele está aumentando
Créditos da Imagem: Paola Machado @vivabem UOL
como interpretar seu peso quando ele está igual
Créditos da Imagem: Paola Machado @vivabem UOL

Quanto está pesando na balança?! Entenda que a perda de peso corporal não é algo constante e nem sempre a diminuição do número na balança indica perda de gordura.

Muitas vezes pode ser a diminuição da retenção de líquidos ou até mesmo uma perda de massa magra.

Assim como o aumento de peso também não indica necessariamente ganho de gordura, podendo ser apenas, novamente, retenção ou até ganho de massa magra.

Muitos alunos que começam à praticar musculação ou alguma atividade física associada a dieta tendem a ter o peso estagnado ou até maior. Mas esquecem que peso magro (desenvolvimento de massa magra) também pesa.

Pesando na balança. É possível que a pessoa esteja trocando o peso gordo (gordura corporal) por massa magra (“músculos”) e o peso da balança não alterar.

Por isso, reclamam que não vêem o resultado na balança. O problema está justamente ai!

Nem sempre o número da balança vai lhe indicar o real resultado. Nosso melhor amigo, nessas horas, deve ser o ESPELHO!

Seu melhor amigo deve ser o Espelho
Seu melhor amigo deve ser o Espelho

Uma dica é tirar fotos de “antes/depois”, toda semana e avaliar suas medidas – seja através de uma simples fita métrica (em casa mesmo), ou através de métodos mais avançados como adipômetro e outros meios (em uma clínica nutricional). Consulte seu nutricionista!

O fator mais importante a se levar em consideração é como você se sente, como se sente nas roupas, como você se vê no espelho, suas medidas, sua autoestima e sua relação com a comida.

Estipule METAS como: “minha meta hoje é vestir aquela calça apertadinha que está mofando no armário”; ou “quero diminuir um furo do meu cinto”.

Ter em mente que os resultados demoram e são à longo prazo. Resultados sólidos! Não adianta fazer a “dieta da sopa”, emagrecer 3kg em uma semana e achar que pode voltar aos hábitos alimentares ruins antigos.

Como já foi dito, você deve se REEDUCAR sobre sua alimentação.

“Não comece uma dieta que irá terminar um dia, comece um estilo de vida que durará uma vida inteira!”

Amanda Pimenta, nutricionista, Rio de Janeiro

As pequenas mudanças fazem sim diferença, mas não vamos manter o mesmo peso todos os dias e nem perdê-lo de forma constante. Procure sempre manter-se motivado e buscar o seu melhor, sem pressa.

Sem dúvidas, o básico pode te levar longe. É fazer o “básico, bem feito!” que trará melhores RESULTADOS!

E você, qual a sua relação com a balança e com a comida? Deixes nos comentários, logo abaixo.

Texto por: Bruno Rodrigo

coach emagrecimento brdanutricao
Coach Emagrecimento e Hipertrofia BR da Nutrição – Bruno Rodrigo. Clique na imagem acima e conheça mais Sobre a BR.

Contribuição: Nutri Amanda Pimenta

Siga nossa parceira clicando no botão abaixo:

insta amanda nutri

Tags: | | | | | | | |

Sobre o Autor

Nutricionista Amanda Pimenta
Nutricionista Amanda Pimenta

Nutricionista 19100953/P CRN4 Pós-graduanda em Nutrição Clínica

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza Cookies e Tecnologias para melhorar sua experiência. Ao utilizar nosso site BR da Nutrição, você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.