fbpx

Neste artigo vamos tratar de todos os pontos principais sobre a síndrome do intestino irritável, desde seu tratamento, sintomas, até a dieta e cardápio.

Pois então, comecemos do início: Trabalhe com seu médico e um especialista no sistema gastrointestinal para diagnosticar sua síndrome do intestino irritável (SII).

A condição geralmente está associada a cólicas, dor abdominal, distensão abdominal, gases, diarreia ou constipação, ou todos os itens citados.

Para o tratamento, encontre um nutricionista especialista em SII.

Existem dois tipos diferentes de SII: síndrome do intestino irritável com constipação e SII com diarreia.

Algumas pessoas apresentarão sintomas de ambos, então não ‘enlouqueça’ caso todos esses sintomas se aplicarem a você.

Assim como muitas outras condições, você poderá experimentar esses sintomas em escala.

‘Felizmente’, quando você tem uma crise de SII, existem algumas ‘coisinhas’ que você pode fazer para aliviar os sintomas da síndrome do intestino irritável e desconfortos.

Chame isso de “dieta para SII”…

Mostraremos como montar um cardápio para síndrome do intestino irritável que aliviará os sintomas.

Mas antes, precisamos entender um pouco mais em detalhes como funciona essa condição e o que é síndrome do intestino irritável.

O Que é Síndrome do Intestino Irritável (SII)

o que é síndrome do intestino irritável

O que é síndrome do intestino irritável? Também conhecida como SII, essa condição afeta o intestino grosso e pode causar inchaço, gases, prisão de ventre e fortes dores de estômago.

A SII pode se manifestar em qualquer idade e geralmente piora quando você está estressado.

Embora a causa exata da SII não seja clara, os pesquisadores acreditam que a síndrome do intestino irritável é causada por contrações musculares irregulares do intestino, anormalidades do sistema nervoso, inflamação, infecção e alterações nas bactérias intestinais.

Embora a SII seja considerada uma doença crônica, você pode controlar e até mesmo eliminar seus sintomas por meio de mudanças específicas na dieta com um cardápio para síndrome do intestino irritável.

Em primeiro lugar, quais são os maiores equívocos sobre a dieta SII que os nutricionistas da area mais ouvem hoje em dia?

Mitos sobre a Síndrome do Intestino Irritável SII

Há muita desinformação sobre as dietas e cardápio para síndrome do intestino irritável o que comer.

Basta pesquisar no Google. Você encontrará milhares de resultados, com recomendações tão variadas quanto dietas de baixo índice glicêmico (IG), low carb, baixo teor de gorduras, dietas do ovo, detox, enfim…

A síndrome do intestino irritável pode confundir a maioria dos pacientes, e até médicos e nutricionistas.

Nossa equipe identificou três equívocos principais:

1- A SII só pode ser tratada com medicação

NÃO! Mito.

Como a síndrome do intestino irritável tem várias causas, a medicação existente nem sempre funciona.

  • Medicamentos são apenas uma peça de um quebra-cabeça complicado.

No entanto, melhorar sua dieta com um cardápio para síndrome do intestino irritável adequado pode ser um primeiro passo eficaz para aliviar os sintomas de SII.

Seu médico gastro e nutricionista especialista em síndrome do intestino irritável podem ajuda-lo a criar uma dieta SII e um cardápio adequado para se sentir melhor e com menos sintomas.

2- Apenas Coma Mais Fibras

MITO! Infelizmente, isso não é verdade.

Embora uma dieta rica em fibras funcione para alguns pacientes com SII, não funcionará para todos.

Pelo contrário.

Para alguns, dietas com alto teor de fibra podem até piorar os sintomas da síndrome do intestino irritável.

3- SII, doença de Crohn e colite ulcerosa são basicamente a mesma coisa

MITO! Também falso.

Embora todas essas condições sejam problemas gastrointestinais, cada uma delas tem diferentes causas e regimes de tratamento ligeiramente diferentes.

Os dados confirmam isso: síndrome do intestino irritável é duas a três vezes mais comum em indivíduos com doença inflamatória intestinal do que na população em geral.[6]

Então, quais são os gatilhos que levam aos sintomas da síndrome do intestino irritável?

Veja mais abaixo…

Síndrome do intestino irritável Causas

A verdade é que levar uma vida agitada pode desencadear síndrome do intestino irritável.

  • Alimentos: muitas pessoas apresentam sintomas piores de intestino irritado (SII) quando comem ou bebem certos alimentos ou bebidas. Esses alimentos incluem trigo, laticínios, frutas cítricas, feijão, repolho, leite e refrigerantes.
  • Estresse: a maioria das pessoas com SII experimenta sinais e sintomas piores ou mais frequentes quando estão estressadas. Mas embora o estresse possa desencadear sintomas da síndrome do intestino irritável, ele não são a origem do problema. [1]
  • Hormônios. As mulheres têm duas vezes mais chances de ter SII, o que pode indicar que os hormônios desempenham um papel importante nessa condição. Muitas mulheres relatam que seus sintomas de síndrome do intestino irritável pioram durante os períodos menstruais.[2][7]

ORIGEM da Síndrome do intestino irritável SII

“É possível saber a origem, o que realmente causa a SII?”

A resposta curta é Não!

Contudo os cientistas têm algumas ideias sobre o que causa a síndrome do intestino irritável:

  • Contrações musculares no intestino

As paredes dos intestinos são revestidas por camadas de músculos que se contraem à medida que movem os alimentos pelo trato digestivo.

É assim que funciona a digestão!

Contrações mais fortes que duram mais do que o normal podem causar gases, distensão abdominal e diarréia.

Ao contrário, as contrações intestinais fracas podem retardar a passagem do alimento e causar evacuações duras e secas.

  • Sistema nervoso

Seus órgãos digestivos estão cobertos de nervos. Isso é o que faz você sentir fome, saciedade e etc.

Anormalidades nos nervos do sistema digestivo podem causar maior desconforto quando o abdomen se distende por conta de gases ou fezes.

Sinais irregulares entre o cérebro e os intestinos podem fazer com que o corpo reaja de forma exagerada às mudanças que normalmente ocorrem no processo digestivo.

O resultado: dores por conta da síndrome do intestino irritável, diarreia ou prisão de ventre.

  • Inflamação no intestino

Algumas pessoas com síndrome do intestino irritável têm um número maior de células do sistema imunológico em seu intestino.

Como outras causas suspeitas, essa resposta do sistema imunológico está associada a dor e diarreia.[3]

  • Infecção grave

A síndrome do intestino irritável pode se desenvolver após um episodio grave de diarreia (gastroenterite) causada por uma bactéria ou vírus.

A SII também pode estar associada a um excesso de bactérias nos intestinos (crescimento excessivo de bactérias).

  • Alterações nas bactérias intestinais (microflora)

Microflora são as bactérias “boas” que residem no intestino e desempenham um papel fundamental na saúde.

Pesquisas indicam que a microflora em pessoas com SII pode ser diferente da microflora em pessoas saudáveis.

É por isso que os probióticos podem ajudar a aliviar os sintomas da síndrome do intestino irritável.

Constipação ou diarreia? Diferenças entre a síndrome do intestino irritável

Muitos sintomas são compartilhados entre a SII. Algumas pessoas experimentam toda uma gama de sintomas de síndrome do intestino irritável, sendo os mais comuns:

  • Dor abdominal
  • Cólicas
  • Inchaço
  • Muco nas fezes
  • Excesso de gás

A principal diferença está justamente em que alguns tem constipação e, outros, diarreia.

Uma combinação de dieta (cardápio), medicação e melhoria do estilo de vida pode ajudá-lo a controlar os sintomas da síndrome do intestino irritável.

Para alguns, o sintoma de síndrome do intestino irritável mais comum é a prisão de ventre.

A constipação está associada a dores de estômago e abdominais, bem como inchaço e esforço para ir ao banheiro. Mas saiba disso: esse sintoma pode ir e vir com o tempo.[4]

A evacuação de fezes três vezes por semana é uma boa linha de base para saber se você deve conversar com seu médico ou responsável sobre o tratamento para síndrome do intestino irritável. [5]

O tratamento inclui melhorias médicas e dietéticas.

Assim como as recomendações gerais da síndrome do intestino irritável, os tratamentos não medicamentosos incluem aumentar gradualmente a ingestão de fibras, beber mais água e atividade física (caminhar, por exemplo).

As opções médicas incluem medicamentos controlados, outros de venda livre e até suplementos (como probióticos).

Do outro lado da moeda, temos a diarreia presente na síndrome do intestino irritável.

Existem algumas maneiras específicas de aliviar a diarreia:

  • Faça refeições regulares balanceadas.
  • Reduza a ingestão de cafeína.
  • Exercícios físicos (vão ajudar a reduzir o estresse).
  • Pare de fumar
  • Beba muita água
  • Evite refrigerantes, que podem causar gases e desconforto abdominal
  • Faça refeições menores para ajudar a diminuir a incidência de cólicas e diarreia.

Alimentos a serem EVITADOS na síndrome do intestino irritável. O que NÃO COMER na SII

As dicas abaixo foram fornecidas por nutricionistas especialistas em SII.

Caso queira um cardápio para síndrome do intestino irritável exclusivo feito para sua pessoa, clique aqui.

  • Alimentos fermentáveis, como Couve-flor, repolho e feijão. Obs: retire o caule do brócolis.
  • Bebidas com gas (refrigerantes, etc)
  • Descasque as frutas e evite toma-las como suco.
  • Mastigar chicletes ou beber líquidos com canudo. Porque? Ambos podem levar à deglutição de ar, o que causa mais gases
  • Frituras ou alimentos ricos em gordura
  • Evite grandes refeições, o que pode causar cólicas e/ou diarreia
  • Minimize o consumo de alimentos ricos em lactose, como leite, sorvete e queijos cremosos, especialmente se houver suspeita de intolerância à lactose
  • Evite ou minimize a ingestão de álcool e cafeína, pois ambas as substâncias podem estimular o intestino e causar diarreia
  • Evite adoçantes artificiais que contenham álcoois de açúcar, como sorbitol, manitol e xilitol, que podem causar diarreia.
  • Evite alimentos com alto teor de FODMAP. FODMAPs são carboidratos não absorvíveis que agem como substratos para a fermentação bacteriana e produção de gás, potencialmente desencadeando sintomas gastrointestinais
  • Evite o glúten. Seu médico pode recomendar uma dieta e cardápio para síndrome do intestino irritável que evita o glúten – uma proteína encontrada no trigo, cevada e centeio – para ver se os sintomas de SII melhoram. Os alimentos que contêm glúten incluem a maioria dos cereais, grãos e massas, e muitos alimentos processados. Algumas pessoas com SII apresentam mais sintomas depois de comer glúten, embora não tenham a doença celíaca.
  • Experimente tomar um probiótico. Alguns estudos mostram que os probióticos atenuam os sintomas da síndrome do intestino irritável.

PS: Mastigue mais! Comer muito rápido faz você ingerir muito ar, e assim, ter mais gases.

Tenha em mente que, como os sintomas da síndrome do intestino irritável varia e é diferente para cada pessoa, nem todos esses alimentos desencadearão efeitos negativos.

A lista acima sugere alimentos que comumente causam sintomas de síndrome do intestino irritável.

Há muitas maneiras de um nutricionista especialista em SII ajudá-lo a controlar os sintomas negativos, criando um cardápio para síndrome do intestino irritável personalizado.

Leia mais sobre nossa abordagem aqui.

Alimentos PERMITIDOS na SII – Síndrome do Intestino Irritável O Que Comer

  • Coma refeições menores e mais frequentes (por quê? Simplesmente porque são mais fáceis de digerir!)
  • Seu estômago pode lidar melhor com queijos “duros” e amarelos (gorgonzola, por exemplo), leite sem lactose, iogurte ou kefir com baixo teor (ou sem) lactose.

Nossos nutricionistas especialistas em Síndrome do Intestino Irritável também sugerem comer mais fibras.

Parece contraditório visto que anteriormente falamos para não comer fibras, né?!

Por isso a importância de um expert, alguém especializado na área, para te dizer o que você precisa fazer exatamente.

As fibras podem melhorar a constipação causada pela Síndrome do Intestino Irritável porque tornam as fezes macias e mais permissivas.

A OMS sugere que adultos devem consumir pelo menos 25g de fibras por dia.[8]

Existem dois tipos de fibra alimentar:

  • Fibra solúvel, encontrada em feijões, frutas e produtos de aveia. Pesquisas indicam que a fibra solúvel é mais útil no alívio dos sintomas de Síndrome do Intestino Irritável.
  • Fibra insolúvel, que é encontrada em produtos de grãos inteiros e vegetais

Para ajudar seu corpo a se acostumar a comer mais fibras, acrescente alimentos ricos em fibras à sua dieta aos poucos.

Consumir fibras em excesso pode causar gases e desencadear os sintomas da Síndrome do Intestino Irritável.

Portanto, vá adicionando gradativamente, 2 a 3 gramas por dia. Isso poderá ajudar a prevenir gases e inchaço.

Além das dicas que compartilhamos acima, uma das dietas para Síndrome do Intestino Irritável mais comuns é uma dieta low FODMAP.

Saiba mais sobre a Dieta FODMAP

Há muitas maneiras de um nutricionista ajudá-lo a controlar seus sintomas de SII, criando um cardápio para Síndrome do Intestino Irritável personalizado para você.

Leia mais sobre nossa abordagem aqui.

Dieta para Síndrome do Intestino Irritável – Como Faze-la?

“Eu gostaria de uma abordagem ainda mais detalhada da Dieta para Síndrome do Intestino Irritável. O que devo fazer?”

cardápio para síndrome do intestino irritável
Creditos: The Gut Health Clinic / Tradução e adaptação: BR

Abaixo está o processo que seguimos com nossos pacientes com Síndrome do Intestino Irritável:

  1. Faça uma lista detalhada dos alimentos que você come (registro alimentar básico)
  2. Acompanhe o seu histórico de sintomas
  3. Conecte seus padrões de dieta aos seus sintomas para identificar intolerância alimentar e respostas individuais.

Há muitas maneiras de um nutricionista especialista na area ajudá-lo a controlar seus sintomas de SII, criando um cardápio para Síndrome do Intestino Irritável para você.

Leia mais sobre nossa abordagem aqui.

Se o seu médico ou nutricionista descartou outras condições, como doença celíaca e intolerância à lactose, você deve avançar para um registro alimentar completo:

  • Registre sua ingestão alimentar específica e sintomas por sete dias. Incluindo horários, alimentação e/ou suplementação, quantidades, atividades físicas e a gravidade de seus sintomas durante o dia

Se determinarmos que você tem Síndrome do Intestino Irritável, o Manual de Nutrição da ADA sugere uma avaliação nutricional abrangente como a próxima etapa.

Esta avaliação nutricional inclui:

  • Medidas Corporais [9]
  • Problemas para engolir: algumas pessoas observam que a Síndrome do Intestino Irritável afeta seu esôfago[12]
  • Diarreia
  • Práticas alimentares culturais: alimentos picantes podem desencadear a Síndrome do Intestino Irritável

Outras Dietas Populares para Síndrome do Intestino Irritável Podem Aliviar os Sintomas Negativos da Doença?

Confira abaixo uma listagem de outros tipos de Dietas para Síndrome do Intestino Irritável, se elas são capazes de atenuar os efeitos colaterais desta condição:

Dieta para Síndrome do Intestino Irritável com baixo teor de fibras: alto teor de fibra e baixo teor de fibra

Se a constipação for um dos seus sintomas, você deve considerar adicionar mais fibras à sua dieta.

A fibra alimentar é um ingrediente chave para tornar mais fácil suas idas ao banheiro.

Um estudo do Instituto Nacional de Diabetes e Doenças Digestivas e Renais (NIDDK) estima que a maioria das pessoas come apenas cerca de metade da quantidade de fibra recomendada recomendada.

Por outro lado, se a sua Síndrome do Intestino Irritável estiver associado à diarreia, converse com seu médico e nutricionista especialista em SII para controlar melhor sua ingestão de fibras e determinar se você deve reduzir a quantidade na dieta.

Mantenha as fibras solúveis (encontradas em maçãs, frutas vermelhas, cenouras) e reduza as fibras insolúveis (grãos, nozes, brócolis, tomates).

Freqüentemente, pequenos ajustes na quantidade de fibras em sua dieta podem melhorar os sintomas de Síndrome do Intestino Irritável.

Dieta para Síndrome do Intestino Irritável sem glúten

Ainda que você não tenha doença celíaca, a sensibilidade ao glúten pode desencadear os sintomas de Síndrome do Intestino Irritável.

Seu médico pode realizar testes alérgicos para determinar se você tem doença celíaca.

Monitorar de perto sua dieta pode ajudá-lo também a determinar se você pode ter uma sensibilidade ao glúten.

Recomendo ter um diário alimentar para isso. Baixe o seu grátis aqui.

Cortar os alimentos ricos em glúten (pão, macarrão, cerveja) pode ajudar.

Confira nosso artigo completo sobre gluten.

Dieta de Eliminação

Um nutricionista especialista em Síndrome do Intestino Irritável pode ajudá-lo a fazer esse tipo de dieta.

O objetivo é determinar metodicamente os alimentos ou ingredientes específicos que atrapalham seu sistema digestivo e deixam o intestino ‘irritado’.

Observe que o processo completo requer disciplina, registro de alimentação e controle dos sintomas por cerca de 20 a 30 dias.

Dieta com baixo teor de gordura (Low fat)

Embora a gordura em si não tenha uma conexão direta com a Síndrome do Intestino Irritável, muitos alimentos ricos em gordura são de baixa qualidade e baixo teor de fibras.

Em geral, alimentos nutritivos e de alta qualidade tendem a ter menos gordura.

Esses alimentos incluem proteína magra, frutas low FODMAP, vegetais (sem ser os crucíferos) e laticínios com baixo teor de gordura.

Dieta com muito baixo teor de carboidratos (quase cetogenica)

Embora pesquisas não tenham fornecido evidências definitivas de que uma dieta “semelhante a cetogenica” possa aliviar os sintomas da Síndrome do Intestino Irritável, um pequeno estudo mostrou melhorias.

No entanto, outros estudos contradizem essas descobertas.

Dieta Paleo e Síndrome do Intestino Irritável

Assim como a “dieta keto”, não há ligação científica entre a dieta Paleo e o alívio de sintomas de Síndrome do Intestino Irritável.

Pesquisas sugerem que uma abordagem com “alimentos integrais” pode melhorar os problemas digestivos.

Recomendamos sempre uma dieta nutritiva e de alta qualidade para fins gerais de mais saúde.

Melhorias no sistema gastrointestinal, evacuar diariamente, seriam sinais positivos na saúde em geral.

Há muitas maneiras de um nutricionista ajudá-lo a controlar os sintomas de SII, criando uma dieta cardápio para Síndrome do Intestino Irritável personalizada.

Leia mais sobre nossa abordagem aqui.

Dieta FODMAP e Síndrome do Intestino Irritável

FODMAP refere-se a siglas de oligo-, di- e monossacarídeos e polióis fermentáveis.

Em outras palavras, FODMAPs são alimentos que contêm carboidratos que podem causar desconforto gastrointestinal.

Uma abordagem de baixo teor de FODMAPs é considerada uma dieta de eliminação de Síndrome do Intestino Irritável de curto prazo (não uma dieta para sempre).

Uma dieta low FODMAP tem duas partes:

  • A primeira parte é seguir uma dieta muito rigorosa que elimina (durante 4-6 semanas) “alimentos ricos em FODMAP” – que são muito conhecidos por causar Síndrome do Intestino Irritável
  • A segunda parte envolve a adição de alimentos previamente eliminados de volta na rotina, um de cada vez, para observar quais o corpo reage melhor e manter na dieta.

Clique AQUI para ler mais sobre a dieta low FODMAP.

Tratamentos para Síndrome do Intestino Irritável

Existem inúmeros medicamentos tradicionais no mercado para tratar a Síndrome do Intestino Irritável.

Seu medico pode determinar o que é melhor para você com base em sua situação atual.

No entanto, como existem inúmeras causas e gatilhos para a SII, acreditamos que uma dieta e um cardápio para síndrome do intestino irritável adequado é parte fundamental para viver com essa condição sob controle.

Aqui estão algumas intervenções não farmacêuticas para se tentar no tratamento para síndrome do intestino irritavel:

  • Meditação: encontrar maneiras de desestressar também pode acalmar seu sistema digestivo
  • Probióticos: seu consumo mostrou-se aliviar os sintomas da síndrome do intestino irritável. Os mais usados são Lactobacillus e Bifidobacterium.[13]
  • Medicamentos: Alguns são vendidos livremente, outros apenas com receitas.
    Determinadas medicações podem aliviar a diarreia; No entanto, provavelmente não resolverão as causas subjacentes de seus sintomas.
    Veja uma listagem completa com o nome dos medicamentos para SII e suas funções.

Posso fazer exercícios físicos tendo SII?”

SIM! Na verdade, é até recomendado.[14]

O exercício físico regular pode ajudá-lo a administrar sua síndrome do intestino irritável de três maneiras principais:

  • Alívio de estresse
  • Melhora do Sono
  • Diminuição do inchaço abdominal e gases

Contudo, nem todas as formas de exercício são iguais.

Certos exercícios podem colaborar para o seu sistema gastrointestinal.

Portanto, adapte seu treino de acordo com seu tipo de SII.

Veja como os treinadores especialistas em síndrome do intestino irritável da BR da Nutrição podem te ajudar.

Quanto custa tratamentos para síndrome do intestino irritável?

O preço costuma variar de profissional para profissional. Depende também de consultas serão feitas.

Pacientes com SII costumam ter um maior número de consultas comparado ao restante da população por ser um caso mais complexo de tratamento.

Fazendo um pesquisa rápida encontramos alguns medicamentos sendo vendidos livremente na internet prometendo tratar da síndrome do intestino irritável.

tratamentos para síndrome do intestino irritável

Contudo, oferecemos um serviço de acompanhamento mensal (ou planos maiores) de forma totalmente natural e por um preço muito mais acessível.

Clique aqui e saiba mais como podemos te ajudar no tratamento da SII.

Adoraríamos conhecê-lo!

Envie sua pergunta diretamente para nossa equipe.

Nossos nutricionistas criam planos personalizados para ajudá-lo a encontrar alívio para seus problemas gastrointestinais e SII

Nossa experiência inclui: síndrome do intestino irritável, doença de Crohn e colite ulcerativa.

"Trabalhamos com centenas de clientes que convivem com problemas gastrointestinais, como a síndrome do intestino irritável. Sabemos como pode ser difícil conviver com a doença. Esperamos que nos permita ajudá-lo a enfrentar esse problema diretamente."

Tags: | |

Sobre o Autor

Bruno Rodrigo "BR" (da Nutrição)
Bruno Rodrigo "BR" (da Nutrição)

Bruno Rodrigo "BR", quando jovem, era um "gordinho" inseguro e só queria ter a tal "barriga tanquinho". Desde então, ele vem pesquisando sobre nutrição e exercício físico há mais de 11 anos. Morou por anos no Canada e lá se profissionalizou estudando a fundo as mais avançadas estratégias nutricionais. Fundou em 2019 a "BR da Nutrição", uma empresa especializada em emagrecimento e ganho de massa muscular que tem revolucionado e transformado a vida de milhares de pessoas. Hoje, sua missão é ajudar o máximo de pessoas possível a alcançarem o corpo que desejam, o peso ideal e a máxima saúde. Para saber mais sobre sua historia, clique aqui.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza Cookies e Tecnologias para melhorar sua experiência. Ao utilizar nosso site BR da Nutrição, você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.