fbpx

Neste artigo você saberá o que é abscesso, os tratamentos para abscesso (que podem ser tratados de várias maneiras diferentes, dependendo do tipo de abscesso e do tamanho), sintomas de abscesso e como é feita a drenagem de abscesso.

Este artigo possui 9 referencias pautadas na ciência, comprovando tudo aqui escrito através de estudos de revisão e também experiência própria. Clique aqui para saber mais sobre nossas diretrizes.

Primeiramente, precisamos saber o que é abscesso, como ele se parece…

o que é abscesso
Descubra agora tudo sobre Abscessos!!

O que é abscesso? Um abscesso na pele é uma protuberância, uma saliência (“caroço” ou nódulo, a grosso modo falando) que aparece dentro ou logo abaixo da superfície da pele na qual se coleciona um montante de pus (material purulento).

Os abscessos geralmente são causados por uma infecção bacteriana e tendem a aparecer em qualquer parte do corpo – principalmente nas costas, no peito e em certas áreas da face.

Às vezes, o abscesso pode se desenvolver em outras áreas também, como axilas, a pubiana e até no anus (abscesso anorretal).

O que é abscesso? Este artigo se concentra em dois tipos de abscesso:

  • Abscesso Cutaneo – que se desenvolvem sob a pele;
  • Abscesso Interno – que se desenvolvem dentro do corpo – em um órgão ou nos espaços entre os órgãos

O Abscesso Que Tive: Minha Experiência

Bruno Rodrigo conta como foi seu abscesso

Tratamentos Para Abscesso

Uma das formas de tratamentos para abscesso é fazer a drenagem do pus através de cirurgia
Uma das formas de tratamentos para abscesso é fazer a drenagem do pus através de cirurgia

Um pequeno abscesso na pele (abscesso cutaneo) pode ser drenado naturalmente pelo próprio corpo, como forma de defesa, ou simplesmente encolher, secar e desaparecer sem nenhum tratamento.

No entanto, abscessos maiores podem precisar ser tratados com antibióticos para eliminar a infecção e, dependendo do quão grande ele é, fazer a drenagem de abscesso.

O pus deve ser drenado para acabar com a infecção no local e isso geralmente é feito inserindo uma agulha na pele ou fazendo uma pequena incisão na pele (com um bisturi) sobre o abscesso.

As principais opções de tratamentos para abscesso incluem:

  • Antibióticos (remedio para abscesso),
  • um procedimento de drenagem de abscesso,
  • cirurgia.

Sintomas de Abscesso

O que é abscesso e quais seus sintomas? Os sintomas de um abscesso dependem de onde ele se desenvolve em seu corpo.

Um abscesso cutaneo (abscesso na pele) geralmente aparece como um nódulo inchado e cheio de pus sob a superfície da pele.

Você também pode ter outros sintomas de infecção, como febre e calafrios.

Os sintomas de abscesso incluem:

  • um inchaço suave sob a pele (que pode parecer duro/firme);
  • dor e sensibilidade na área afetada;
  • calor e vermelhidão na área afetada (uma espécie de eczema);
  • um acúmulo visível de pus branco ou amarelo sob a pele na área afetada;
  • arrepios e febre.

O que é abscesso? Os abscessos que se desenvolvem dentro de um órgão ou nos espaços entre os órgãos (abscesso interno) podem ser mais difíceis de identificar do que os abscessos na pele (abscesso cutaneo). Os sintomas podem ser vagos e pode não haver sinais externos de um problema.

Os sintomas de abscesso interno também podem variar, dependendo exatamente de onde o corpo se desenvolve. Por exemplo, um abscesso hepático pode causar icterícia; enquanto um abscesso nos pulmões (ou próximo a eles) pode causar tosse ou falta de ar.

Os sintomas gerais de um abscesso interno podem incluir:

  • desconforto na área do abscesso;
  • febre;
  • suor /  transpiração;
  • mau estar;
  • vômito;
  • arrepios;
  • dor ou inchaço na barriga (abdômen);
  • perda de apetite e perda de peso;
  • cansaço (fadiga);
  • diarreia ou constipação.

Consulte o seu médico se você acha que pode ter um abscesso. Eles podem examinar um abscesso na pele (abscesso cutaneo) ou encaminhá-lo ao hospital se você tiver um abscesso interno.

O que é abscesso? Existem vários testes disponíveis para ajudar a diagnosticar um abscesso, dependendo de onde ele está localizado.

O que é abscesso? Na Pele (Abscesso Cutaneo)

meu abscesso cutaneo brdanutrição
Esse foi o abscesso cutaneo que eu (Bruno Rodrigo) tive…

Primeiramente, vou falar desse em especifico (abscesso cutaneo) pois foi o que tive recentemente e que me motivou a pesquisar mais a fundo sobre o tema e escrever este artigo para que vocês não cometam o mesmo erro que eu.

O que é abscesso? O abscesso cutaneo se trata de alguns pequenos abscessos na pele que podem ser drenados naturalmente e, consequentemente melhorar, sem a necessidade de cirurgia.

A aplicação de calor na forma de uma compressa quente, como uma flanela quente ou aquelas bolsas térmicas de gel, podem ajudar a reduzir o inchaço e acelerar a cicatrização.

Tratamentos para abscesso: compressa/bolsa quente no local do abscesso
Tratamentos para abscesso: compressa/bolsa quente – Creditos da imagem: tuasaude.com

No entanto, a flanela ou bolsa termica deve ser bem lavada depois e não usada por outras pessoas – a fim de evitar a propagação da infecção.

Tratamentos para abscesso: Compressa Quente! Qual a ideia por trás da aplicação de calor no abscesso?

O calor ajuda a aumentar a circulação em uma área, trazendo mais glóbulos brancos e anticorpos para a área para combater a infecção.

Portanto, aplicar calor, uma compressa quente no abscesso é um dos melhores remedio/tratamentos para abscesso que você pode usar.

Aplique uma compressa quente na área por 20 minutos. Faça isso três ou quatro vezes ao dia, todos os dias.

Para abscessos cutaneos maiores ou persistentes, seu médico pode (certamente) prescrever o uso de antibióticos e/ou antiinflamatorios para ajudar a eliminar a infecção – e impedir que ela se espalhe.

Às vezes, especialmente com infecções recorrentes, pode ser necessário LAVAR (literalmente) todas as bactérias do corpo para impedir a reinfecção (descolonização). Calma, você já vai entender

E como isso pode ser feito?

Isso pode ser feito usando um sabonete antisséptico para a maior parte do corpo em conjunto com um creme/pomada com antibiótico.

tratamentos para abscesso: sabonete antisséptico
Creditos da imagem: drogaraia.com.br

No entanto, os antibióticos sozinhos podem não ser suficientes para eliminar um abscesso cutaneo na pele e o pus deverá ser drenado para eliminar toda infecção.

O que é abscesso? Se um abscesso cutaneo (na pele) não for drenado, ele pode continuar a crescer e se encher de pus até “explodir” (literalmente) – o que não é nada “legal”.

Vai ser, na verdade, bem doloroso e pode causar a propagação ou a volta da infecção.

E foi justamente o que aconteceu comigo.

Abscesso tratamento caseiro – O Que EU Fiz?

Abscesso tratamento caseiro. Essa foi a forma que eu fiz para resolver o problema. Minha vivencia…

Lembrando que cada caso é um caso. E eu fui devidamente orientado por um medico especialista responsável. (Faça o mesmo)

O que é abscesso? Primeiramente, vou contar o caso desde o início para você entender…

Eu “toda vida” fiz TRT (Terapia de Reposição de Testosterona), aplicava cerca de 300mg de testosterona por semana. Dividia a dose em três vezes na semana, 0,5ml em locais diferentes.

Apesar da substancia/óleo ser via intramuscular, eu optei por fazer subcutaneo pois era mais indolor (agulha menor) e, dessa forma, atrasava a absorção do esteroide. Assim, diminuía a frequência de aplicações durante a semana. (Beleza, isso não vem ao caso)

botao favorito
Clique no botão acima para saber mais

Pois bem, eu já vinha fazendo aplicações subcutâneas há 2 anos sem problema algum. Porém, como tudo na vida há riscos, aconteceu de, por algum motivo (seja assepsia/higienização ou simplesmente o “ponto”/local não absorveu como deveria), acabou gerando um abscesso cutaneo.

Veja abaixo a evolução do abscesso cutaneo que tive…

o que é abscesso? Evolução de um abscesso cutaneo
Evolução de um abscesso cutaneo

O que é abscesso? Como você pode ver nas imagens o “negócio” ficou feio! (E durou bastante tempo viu)

o que é abscesso? to assustado com o que vi nessa evolução

Surgiu primeiramente o inchaço. Indolor (sem dores). Ficou o primeiro mês, mais ou menos, com aquele “calombo” (caroço, nódulo… chame como quiser).

A princípio achei normal, afinal, sempre ficava um pequeno nódulo 2-3 dias após aplicar subcutaneo.

Incomodando (visualmente), resolvi começar a passar uma pomada que tinha aqui e usar bolsa térmica quente. E o “negocio” foi começando a infeccionar e mudar de cor. Agora estava bem vermelho no local. Tornou-se, propriamente, um edema.

Mudei de pomada. Comecei a usar hirudoid e uma outra composta de antibiótico. Sem sucesso.

Pomada para abscesso

Qual pomada para abscesso eu usei? Veja abaixo.

tratamentos para abscesso: pomada para abscesso

Qual pomada para abscesso minha médica (dermatologista) recomendou? Veja abaixo.

tratamentos para abscesso: pomada para abscesso

Chegou a um ponto que qualquer toque “reladinha” já doía. Eu sentia também uma coceirinha, como se tivesse várias formigas me picando.

Já estava perdendo de sono (Talvez por preocupação ou algum incomodo). Lembro que certo dia acordei às 4 da manhã e, já farto da situação, peguei uma agulha e tentei drenar Eu Mesmo algum pus ou qualquer resíduo que ali habitava na região inflamada. (Não façam isso!)

Contudo, penso que não tive “estomago“. O máximo que fiz foi furar aquele nódulo/ edema. Saiu algumas gotinhas de sangue e só.

O Que é ABSCESSO? Drenagem, Tratamentos... 1 BR da Nutrição | Consultoria Fitness Online

No dia seguinte percebi que estava saindo um pouco de pus por aquele buraquinho que fiz. Ótimo! Bom sinal. Afinal, o pus, que estava infeccionando aquela área, tinha que extravasar/sair.

Remedio para abscesso

Fui a um farmacêutico local, amigo meu, ele me indicou cefalexina (Antibiótico oral) e nimesulida (anti-inflamatório). Comecei a tomar.

Remedio para abscesso: cefalexina e nimesulida
Remedio para abscesso

O que é abscesso? 2 dias depois marquei consulta com uma dermatologista (amiga minha também).

(Claramente, expliquei a situação para ambos).

Não tinha muito o que ser feito. Era antibiótico e compressa quente e torcer para melhorar.

A dermato aumentou a dose do antibiótico e disse que poderia durar 10 dias ou mais.

Não foi necessário ainda a drenagem de abscesso – pois o próprio corpo (inteligente que é) começou a expelir pus naturalmente.

Na consulta, a médica deu uma “mãozinha” e apertou mais. Tudo bem que fazia tempo que não sentia tanta dor, mas melhorou!

O Que é ABSCESSO? Drenagem, Tratamentos... 2 BR da Nutrição | Consultoria Fitness Online
A medica espremeu meu abscesso. Nunca senti tanta dor…

(As vezes penso se eu teria sofrido menos se tivesse apenas feito a drenagem do abscesso).

Mas enfim, não adianta mais “chorar o leite derramado”.

Depois desse dia começou a expelir pus o dia todo e, com o tempo, foi melhorando.

Embora seja algo “simples” de resolver, é dolorido e chato (cansativo). Pois, não tem como acelerar o processo. (Pelo menos no meu caso)

No meu caso, a infecção se encontrava muito espalhada, tinha locais “duros” onde não havia se formado pus. Logo, de nada adiantaram fazer a incisão.

Segundo a medica, o termo que ela usou foi “flutuação“*.

* “O ponto de flutuação caracteriza-se por um ponto amarelado sobre o edema significando proximidade do pus com a mucosa e a pele”.

A medica dermatologista optou por aguardar, pois o próprio corpo tratou de expelir o pus.

O que tornou o processo dolorido foi ter de manter o abscesso aberto para que continue saindo o pus ali formado.

Todos os dias então, na hora do banho, eu colocava água bem quente do chuveiro e fazia a higienização do abscesso cutaneo – lavando com água e sabão. Posteriormente, espremia o máximo que dava o abscesso (recomendação da médicae a parte mais dolorosa).

ponto de drenagem de abscesso
ponto de drenagem de abscesso

A ideia era manter o “ponto de dreno” (palavras da médica) para que continuasse a fazer o pus por ali. Então, não podia formar a “casquinha” de cicatrização (novamente, a parte mais dolorosa).

O Que é ABSCESSO? Drenagem, Tratamentos... 3 BR da Nutrição | Consultoria Fitness Online

Foi realizado também um exame de ultrassom para ver o quão profundo era esse abscesso. Mas, felizmente, devido a ser apenas uma aplicação subcutânea de testosterona, o abscesso era apenas superficial e não acometeu músculos ou órgãos.

Ao todo, foram quase 1 mês de “sofrimento” e usando antibióticos.

Desde o surgimento do nodulo até sua conclusão, somou ao todo cerca de 3-4 meses.

Bom, foi isso que fiz para sarar/curar o abscesso.

O que acontece se não tratar do abscesso?

Essa foi uma curiosidade que tive…

O que é abscesso? Percebi que, ao longo dos anos, conforme ia fazendo as aplicações subcutâneas, restavam pequenos pontos superficiais na pele, alguns pequenos “caroços”/nódulos no local da injeção.

Acontece que o próprio corpo trata de “encapsular” o óleo/substancia ali injetada (no caso, se for uma injeção) e resta apenas esse “pequeno caroço”.

Dr. Charles Bollmann, médico e proprietário da Bare Skin Care, afirma que “Caso não seja feito cirurgicamente, um abscesso será drenado por si só, sendo resolvido pelos mecanismos de defesa do corpo. Se não for drenado, pode levar a septicemia* e, em alguns casos, consequentemente, a morte, se não for tratado”. [1]

O risco de não procurar ajuda para o tratamento do abscesso é a progressão para sepse, perda de pele e/ou “enxerto” (remoção da pele).

* A sepse ocorre quando substâncias químicas são liberadas na corrente sanguínea para combater uma infecção e desencadeiam uma inflamação em todo o corpo.

Isso pode levar a uma série de alterações que danificam os órgãos, levando-os a “falha” e, às vezes, resultando em morte.


O que é abscesso? Algumas referências/estudos sobre abscessos devido ao uso de esteroides:

o que é abscesso? Abscesso devido ao uso de anabolizantes
Abscesso devido ao uso de anabolizantes

Veja esse estudo sobre um homem de 37 anos que teve um abscesso na região do peitoral devido à aplicação de esteroides anabolizantes.

Contudo, os pesquisadores classificam este como um caso raro, pois se tratava de uma bactéria na qual este homem apresentou múltiplos abscessos cutaneos não cicatrizantes e recorrentes. [2]

Aqueles abscessos que não se resolvem (não se curam) após um procedimento cirúrgico, ou se multiplicam sem uma causa aparente, devem ser investigados mais a fundos, pois a inoculação com micobactérias pode ser uma causa rara.

O que é abscesso? Outro relatório mostrou que a formação de abscesso após injeções intramusculares é rara e é mais comum em indivíduos imunocomprometidos (mesmo caso do estudo anterior). [3]

As injeções intramusculares (IM) são um procedimento ambulatorial muito comum em qualquer instituição de saúde do mundo, pois é uma das melhores vias para administração de medicamentos, sendo utilizado quando é necessária uma captação relativamente rápida de medicamentos com uma ação razoavelmente prolongada.

Embora o procedimento, a aplicação da injeção intramuscular, pareça pequeno/”inofensivo”, raramente pode resultar em complicações graves (como abscessos).

CAUSAS do Abscesso

O que é abscesso? Os abscessos geralmente são causados por uma bactéria chamada Staphylococcus aureus. Essa bacteria pode entrar no corpo através de um corte, um “ralado”, alguma perfuração ou até mesmo uma picada de inseto.

Quando as bactérias entram no seu corpo, seu sistema imunológico envia glóbulos brancos para combater a infecção para a área afetada.

À medida que os glóbulos brancos atacam as bactérias, alguns tecidos próximos morrem, criando um buraco que se enche de pus para formar um abscesso. O pus contém uma mistura de tecido morto, glóbulos brancos e bactérias.

o que é abscesso? Veja a estrutura do abscesso
o que é abscesso? Veja como se compõe um abscesso cutaneo

O que é abscesso? Outros fatores podem aumentar o risco de abscesso e infecção por S. aureus, inclui:

  • Condição crônica da pele (como acne ou eczema);
  • Diabetes;
  • Sistema imunológico enfraquecido;
  • Entrar em contato com uma pessoa infectada;
  • Má higiene;[4]

Outra condição chamada foliculite pode causar um abscesso no folículo piloso.

A infecção começa quando um pelo fica preso sob a pele e não consegue “sair”/se romper (uma condição geralmente chamada de “pelo encravado”).

Incisão e Drenagem de Abscesso

drenagem de abscesso

Se o seu abscesso na pele precisar ser drenado, você provavelmente realizará uma pequena operação sob anestesia – geralmente uma anestesia local, onde você permanece acordado e a área ao redor do abscesso fica “entorpecida” (adormecida).

Durante o procedimento, o cirurgião corta o abscesso subcutaneo, para permitir a drenagem do abscesso/ pus.

Uma vez que todo o pus tenha sido removido, o cirurgião limpará o orifício deixado pelo abscesso usando solução salina estéril.

O abscesso será deixado aberto, mas coberto com um curativo. Por isso, se for produzido mais pus, ele poderá escorrer facilmente.

Se o abscesso for profundo, um curativo anti-séptico (gaze) pode ser colocado dentro da ferida para mantê-la aberta.

Obs.: O abscesso cutaneo e o procedimento de drenagem de abscesso podem deixar uma pequena cicatriz.

O que é Abscesso Interno?

o que é abscesso interno
Abscesso interno

O pus geralmente precisa ser drenado de um abscesso interno, usando uma agulha inserida na pele (drenagem percutânea de abscesso) ou com cirurgia.

O método utilizado dependerá do tamanho do seu abscesso e da localização onde ele se encontra no seu corpo.

Antibióticos provavelmente serão administrados para ajudar a matar a infecção e impedir que ela se espalhe.

Drenagem Percutânea de Abscesso

Se o abscesso interno for pequeno, seu cirurgião poderá drená-lo usando uma agulha fina. Dependendo da localização do abscesso, isso pode ser realizado com anestesia local ou geral.

O cirurgião pode usar exames de ultrassom ou tomografia para ajudar a guiar a agulha para o lugar certo.

drenagem percutanea de abscesso interno
drenagem percutanea de abscesso interno – Creditos da Imagem: uclahealth.org

Uma vez localizado o abscesso, o cirurgião drena o pus usando a agulha. Ele pode fazer uma pequena incisão na pele sobre o abscesso e depois inserir um tubo plástico fino chamado cateter de drenagem.

O cateter permite que o pus escorra para dentro de uma bolsa e talvez tenha que deixá-lo no local do abscesso por alguns dias (até uma semana dependendo do caso).

Esse método é simples e pode ser realizado como “procedimento diário”. O que significa que você poderá voltar para casa no mesmo dia – algumas pessoas podem precisar ficar no hospital por alguns dias.

Como no procedimento de incisão e drenagem de abscessos na pele (abscesso cutaneo), a drenagem percutânea pode deixar uma pequena cicatriz.

Cirurgia de Abscesso

O que é abscesso? Pode ser necessário fazer uma cirurgia se:

  • O seu abscesso interno é muito grande para ser drenado com uma agulha;
  • a agulha não pode alcançar/chegar ao abscesso com segurança;
  • a drenagem do abscesso, feita com agulha, não foi eficaz na remoção de todo o pus.

O tipo de cirurgia que você irá fazer dependerá do tipo de abscesso interno que você possui e do local em que ele se encontra no seu corpo.

Geralmente, o procedimento é padrão: envolve fazer uma incisão/corte na pele para permitir que o pus removido totalmente.


Bom, é isso pessoal.

Fica aqui registrado meu relato dessa experiência.

O que podemos aprender com tudo isso?

Felizmente o plano cobriu a consulta e o exame de ultrassom. Contudo, gastei cerca de R$ 400 a R$ 500 com remedios para abscesso (antibióticos, antiinflamatorios, pomadas).

  • Não faça aplicações subcutâneas sendo a via de administração intramuscular.

Embora o abscesso possa ser causado por qualquer tipo de injeção, o fato de fazer uma aplicação subcutânea ao invés de intramuscular talvez tenha contribuído para o surgimento do abscesso.

  • De prioridade para a higienização. HIGIENE!

Isso não é brincadeira!

O que mais vejo é pessoas descuidando e negligenciando essa questão.

Mas, penso eu, que só pode ter sido dois fatores que levaram ao meu abscesso cutaneo:

  1. má higienização na hora da assepsia; e/ou
  2. o “ponto”/local da aplicação não “absorveu bem”.

Ainda no item anterior de higienização, complemento:

  • Não reutilize seringas e agulhas usadas.

Eu cometi esse erro também (outro fator a favor do surgimento do abscesso). Eu costumava a reutilizar ambas uma a duas vezes.

Sendo que é um risco atoa a se ter, afinal, é algo tão barato (tanto a seringa quanto a agulha).

Em qualquer cirúrgica/farmacia (tanto física quanto online) você encontra esses materiais por um preço em conta (irrisório perto do risco e problema que podem causar).

E se você não tem R$ 50 para gastar em material essencial (que vai durar um bom tempo) para uma assepsia e aplicação corretas, então você nem deveria estar ciclando/ hormonizando.

Enfim, recado dado!

entre para a consultoria e nao erre como eu nem tenha mais abscessos.. o que é abscesso

Levem isso a serio! Saúde em primeiro lugar.

Pense que sem saúde você sequer vai ter algum “shape” (para começo de conversa).

Antes de tomar qualquer atitude, consumir qualquer remédio ou medicamento, tomar alguma ação que envolva sua saúde, consulte um médico ou responsável antes.

Não fazemos apologia ao uso de esteroides anabolizantes, drogas, ou qualquer coisa ilegal.

Este é um artigo sobre abscessos, meramente informativo com as devidas referencias e pesquisas.

Abraços, fiquem com Deus!

Ref.: https://www.nhs.uk/conditions/abscess/treatment/
Creech CB, Al-zubeidi DN, Fritz SA. Prevention of recurrent staphylococcal skin infections. Infect Dis Clin North Am. 2015;29(3):429-64. doi:10.1016/j.idc.2015.05.007
https://www.verywellhealth.com/abscess-causes-and-treatment-1068819
https://kidshealth.org/en/teens/abscess.html

Tags: | | | | |

Sobre o Autor

Bruno Rodrigo "BR" (da Nutrição)
Bruno Rodrigo "BR" (da Nutrição)

Bruno Rodrigo "BR", quando jovem, era um "gordinho" inseguro e só queria ter a tal "barriga tanquinho". Desde então, ele vem pesquisando sobre nutrição e exercício físico há mais de 11 anos. Morou por anos no Canada e lá se profissionalizou estudando a fundo as mais avançadas estratégias nutricionais. Fundou em 2019 a "BR da Nutrição", uma empresa especializada em emagrecimento e ganho de massa muscular que tem revolucionado e transformado a vida de milhares de pessoas. Hoje, sua missão é ajudar o máximo de pessoas possível a alcançarem o corpo que desejam, o peso ideal e a máxima saúde. Para saber mais sobre sua historia, clique aqui.

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


  1. Pode ser drenado em casa? da vontade de furar com a agulha pra tentar drenar. Minha mulher está com muita dor, foi no especialista já e ele pediu uma ressonância, é no ânus, abscesso interno. Vai precisar dessa ressonância pra conseguir fazer a drenagem mais rápido?

    • de forma alguma recomendo drenar em casa. Ha muita bacteria e a higienização é fundamental nesse caso para nao infeccionar mais e piorar o quadro. Sim, é preciso da ressonancia para saber o quão profunda esta a infecção neste local do abscesso.

Este site utiliza Cookies e Tecnologias para melhorar sua experiência. Ao utilizar nosso site BR da Nutrição, você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.